fbpx
Cotidiano

Justiça determina interdição do Parque de Exposições e Expogrande 2022 é adiada

A Expogrande 2022 que aconteceria no próximo mês de abril foi adiada em virtude de uma decisão judicial que determinou a interdição do Parque de Exposições. A informação foi divulgada na manhã desta segunda-feira (21), pela a Acrissul (Associação dos Criadores do Mato Grosso do Sul).

Segundo o comunicado, a decisão se baseou no fato da entidade supostamente não ter cumprido cláusula do TAC (Termo de Ajustamento de Conduta) assinado em 2011 que previa a elaboração, execução e aprovação de um Projeto Acústico no Parque de Exposições.

Em nota, a Acrissul diz que respeita a decisão judicial, embora não concorde que por conta apenas da questão acústica (cuja demanda é de apenas para realização de shows), tenha suas atividades interrompidas na integralidade, fato este que está sendo discutido na esfera judicial.

A associação explica que a Expogrande é uma feira que acontece no mesmo local há mais de 80 anos, trazendo cultura, entretenimento, lazer, geração de empregos e realização de centenas de negócios, beneficiando a sociedade Sul Matogrossense como um todo.

Nova data

A Acrissul Frisa que vai buscar a reversão das medidas impostas, mas ainda não divulgou uma nova data para a Expogrande 2022 acontecer. A associação apenas adianta que será o mais breve possível.

“Em virtude dos compromissos assumidos anteriormente com artistas, empresários e a população, os shows previstos serão mantidos e realizados em local a ser divulgado pela Duts Entretenimento”, diz um trecho da nota.

Fonte

A URL curta deste artigo é: https://notadiaria.com.br/0a1RW
Mostre mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo