fbpx
Polícia

Vendedor foi morto a tiros em emboscada no São Conrado ao tentar fazer cobrança de dívida

Foi identificado como Júlio César da Silva, de 51 anos, o homem assassinado na tarde de sábado(19), no Jardim São Conrado, em Campo Grande. Ele e outro homem, de 33 anos, teriam sido atraídos para uma emboscada, quando cobravam uma dívida de R$ 1 mil.

Segundo informações do registro policial, as duas vítimas são mascates e na manhã de sábado telefonaram para o suspeito do crime, sobre uma dívida de R$ 1 mil, por produtos que teria comprado. Na ligação, o homem teria feito ameaças, dizendo que mataria as vítimas caso fossem cobrar o valor.

No entanto, horas depois autor e vítimas voltaram a se falar, quando o homem disse que já estava com o dinheiro e pagaria o valor. Júlio César e o colega foram até o local indicado, no São Conrado, de carro. O suspeito foi tirar satisfações e deu coronhadas no homem de 33 anos, que estava no banco do passageiro.

Ele desceu do veículo e pediu para o autor parar, momento em que o suspeito, acompanhado de um comparsa, fez vários disparos, que atingiram Júlio. Ele ainda tentou fugir e dirigiu por alguns quarteirões, mas ficou inconsciente, perdeu o controle da direção e só parou ao atingir um banco de areia.

A outra vítima ainda correu e se escondeu em uma residência. Os dois suspeitos de cometerem o crime foram identificados, mas não foram localizados. O caso é tratado como homicídio qualificado por emboscada e homicídio qualificado, na forma tentada.

Fonte

A URL curta deste artigo é: https://notadiaria.com.br/vGczo
Mostre mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo