fbpx
destaque1Educação

Referência nacional, Escolas Cívico-Militares de MS recebem visita de comitiva de TO

Secretário da Educação, Juventude e Desporto de Tocantins, Fábio Pereira Vaz e comitiva, juntamente com equipe de coordenação do PECIM estiveram nesta quarta-feira em MS

Secretária de Estado de Educação, Cecilia Motta, recepcionou, nesta quarta-feira (27), em Campo Grande, o secretário da Educação, Juventude e Desporto de Tocantins, Fábio Pereira Vaz e comitiva, juntamente com equipe de coordenação do Programa Nacional das Escolas Cívico-Militares (PECIM) do MEC. Objetivo da visita foi verificar in loco as ações exitosas do Programa das Escolas Cívicos-Militares de Mato Grosso do Sul.

De acordo com diretor de políticas para Escolas Cívico-Militares do PECIM, tenente coronel Gilson Passos de Oliveira, a escola cívico-militar é um modelo desenvolvido para promover a melhoria na qualidade da Educação Básica do País. A proposta prevê, ainda, a construção de um ambiente de parcerias e de maior vínculo entre gestores, professores, militares, estudantes, pais e responsáveis.

MS como Referência

Secretário da Educação, Juventudo e Desporto de TO Fábio Pereira Vaz, durante intercâmbio

Secretário da Educação, Juventude e Desporto de Tocantins, Fábio Pereira Vaz, professor de Língua portuguesa, mestre em Gestão de Políticas Públicas, professor efetivo da REE/TO, mencionou a importância da troca de experiências com a Secretaria de Estado de Educação de Mato Grosso do Sul.

“Assim como no MS, o Tocantins tem apostado na metodologia das escolas Cívico-Militares. O nosso objetivo foi fazer um intercâmbio de experiências, conhecer os pontos fortes do programa no Estado, os avanços e os desafios. O MEC nos apresentou o trabalho do Mato Grosso do Sul como referência. O que podemos perceber aqui é que o Estado vem trabalhando de forma autônoma e integrada, a política do MEC, e tem conseguido avançar. Entendemos que o Tocantins está caminhando com o mesmo foco, na melhoria do aprendizado dos alunos“, enfatiza secretário de Educação de TO.

“Escola de Vencedores” obteve o maior IPECIM (0,805) do Brasil.

Secretário da Educação, Juventude e Desporto de Tocantins veio acompanhado da comitiva: Markes Cristina dos Santos (Superintendente de Educação Básica), Patrícia Macena Lino, (Diretora de Planejamento e Orçamento), Cláudio Chaves Paixão, (Diretor de Comunicação), Solange Silvestre Xavier Lucena (Assessora de Apoio aos Municípios e Ponto Focal PECIM/TO) major PM Mirom Martins da Silva (Coordenador Estadual do PECIM/TO).

Escola de Vencedores

Secretária Cecilia Motta acompanhou a comitiva na Escola Estadual Cívico-Militar Alberto Elpídio Ferreira Dias, carinhosamente conhecida como “Professor Tito”, localizada na região do Nova Lima, também denominada “Escola de Vencedores”, que obteve o maior IPECIM (0,805) do Brasil.

O Índice do Programa das Escolas Cívico-Militares avalia o nível de adesão ao Programa nos seguintes objetivos estratégicos: Gestão Escolar, Ambiente Escolar, Práticas Pedagógicas, Aprendizado e Desempenho Escolar dos alunos. A avaliação foi realizada pelo MEC, pela Universidade de Brasília e pelo Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia.

“O reconhecimento nacional da unidade escolar na modalidade de Escola Cívico-Militar é um orgulho para Mato Grosso do Sul, fruto do trabalho de toda comunidade escolar, corpo docente, direção, coordenação, administrativos, estudantes e familiares, com maior IPECIM do Brasil. Exemplo disto, são as atividades que são desempenhadas com afinco e dedicação pelos estudantes, como o I Simulado do Projeto Cidadão, acompanhado por toda comitiva”, enfatiza secretária Cecilia.

Escola Estadual Cívico-Militar Alberto Elpídio Ferreira Dias, carinhosamente conhecida como “Professor Tito”, localizada na região do Nova Lima, também denominada “Escola de Vencedores”, que obteve o maior IPECIM (0,805) do Brasil.

De acordo com o gestor da EECIM Professor Tito, Rudnei Siqueira o resultado é a concretização de um sonho coletivo e representa o esforço e o engajamento de toda a comunidade no processo educacional, “em nossa escola os estudantes são protagonistas, pesquisadores e autores do próprio projeto de vida. É importante ressaltar a filosofia de ensino da REE que privilegia a dimensão cognitiva e também o universo socioemocional do estudante”.

O sucesso da proposta pedagógica da “Escola de Vencedores” é, de acordo com diretor adjunto Francisco Rojas, o trabalho com enfoque nos valores, “com relevância para concepção educacional que tenha como diretriz, no processo de ensino e aprendizagem, a importância de trabalhar os valores necessários ao desenvolvimento de competências que levem o aluno a se tornar um sujeito crítico, pensante e capaz de intervir e transformar a sociedade”, reforça.

Secretária Cecilia Motta enfatiza ações exitosas das Escolas Cívico-Militares de MS

Pioneirismo

Em Mato Grosso do Sul, o trabalho foi iniciado com uma equipe multidisciplinar e intersetorial do Governo do Estado, coordenada pela SED, composta por técnicos da Coordenadoria de Políticas Específicas para Educação (COPEED), pela Coordenadoria de Normatização das Políticas Educacionais (CONPED), uma equipe do Corpo de Bombeiros e, também, da Polícia Militar.

De acordo com Superintendente de Políticas Educacionais Hélio Daher, a Rede Estadual de Ensino (REE) conta hoje com 04 unidades escolares inseridas no Programa Cívico-Militar, EE Cívico-Militar Marçal de Souza Tupã Y (Campo Grande) e EE Cívico-Militar Maria Corrêa Dias (Anastácio), em parceria com a Polícia Militar de MS.

Equipe da Secretaria de Educação de TO reunida com coordenadora do NECIM, professora Eliana Verneque

Já a parceria com o Corpo de Bombeiros Militar de MS, além a EECIV Professor Tito, agora a Coronel Lima de Figueiredo passa ser intitulada Escola Estadual Cívico Militar, nesta sexta feira (29), sem solenidade no município de Maracaju.

A coordenadora do Núcleo das Escolas Cívico-militares (NECIM), professora Eliana Verneque Soares relata que a gestão das escolas é compartilhada entre SED, Corpo de Bombeiros e Polícia Militar.  As unidades têm a mesma estrutura de funcionamento adotada nas demais escolas da Rede Estadual de Ensino (REE).

Comitiva de TO e do PECIM acompanhou I Simulado do Projeto Cidadão

A diferença na estrutura curricular está na inclusão de uma disciplina chamada “Educação para a Cidadania”, voltada para o estudo do civismo e valorização de símbolos nacionais, entre outros, que será ministrada por professores com formação nas áreas de Sociologia, Filosofia ou História.

Estudantes têm atividades nos mesmos horários das demais escolas da Rede Estadual e contam com a presença dos oficiais militares – do Corpo de Bombeiros e da Polícia Militar – como uma equipe de apoio. Vale destacar que eles não estarão dentro da sala de aula, mas sim como membros da equipe de gestão.

Adersino Junior, SED 
Fotos: Juarez Júnior

Fonte

A URL curta deste artigo é: https://notadiaria.com.br/kHKjz
Mostre mais

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo