Polícia

Procurado, homem comeu bolo com leite antes de estuprar 2 adolescentes

De acordo com a polícia, suspeito também obrigou que adolescente de 13 anos filmasse o crime

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A polícia tenta localizar homem de 41 anos, identificado como principal suspeito de estuprar duas adolescentes, de 12 e 16 anos, na última quinta-feira (5), no Jardim Colorado, região sul de Campo Grande. A investigação chegou até ele pelo boné que esqueceu na casa onde cometeu os crimes. O suspeito aparece com a peça em fotos publicadas nas redes sociais.

Na manhã do fato, a adolescente de 16 anos cuidava das duas irmãs mais novas, de 12 e um ano, quando o homem invadiu a residência. A mãe havia saído para trabalhar. Ele usava camisa amarrada no rosto, rendeu as meninas e usou uma corda para amarrar as duas. O suspeito ainda agrediu a bebê, que sofreu ferimento no rosto.

De acordo com a delegada Anne Karine Sanches Trevizan, da Depca (Delegacia Especializada de Proteção a Criança e ao Adolescente), o homem comeu bolo e tomou leite já na casa invadida, o que deixou rastros de impressões digitais. Depois, encontrou caixa de luvas cirúrgicas da mãe das vítimas, que trabalha na área da saúde – e vestiu um par delas para cometer os crimes.

O suspeito usou facas para intimidar as vítimas e foi bastante agressivo, segundo a polícia. O homem também teria obrigado a adolescente mais nova a filmar enquanto abusava sexualmente da mais velha. A suspeita é de que ele já monitorava a casa, pois esperou a saída da mãe para invadi-la. A família se mudou para o local há apenas duas semanas.

Após os estupros, o homem roubou um celular da adolescente mais velha, um aparelho para aferir pressão e um estetoscópio. Os objetos foram encontrados pelos policiais na manhã desta segunda-feira (9), quando cumpriram mandado de busca e apreensão na casa dele, na Vila Santo Eugênio, sul da Capital. A polícia também achou mais itens que podem estar ligados a outros delitos, como um relógio.

A atual companheira do suspeito estava em casa no momento da busca. Ela contou aos agentes que sabe dos crimes pelos quais o homem cumpre pena, mas desconhece as ocorrências recentes apuradas pelos policiais.

Mandado de prisão temporária foi decretado contra o suspeito. Ele é detento do regime semiaberto e cumpre pena por roubo, furto e estupro desde 1998. A polícia acredita que o homem ainda comete crimes durante o horário em que deveria estar no trabalho. As investigações apontam que ele também seria responsável por outros dois estupros, ocorridos terça (3) e quarta (4) passadas.

O suspeito é funcionário de empresa que vende mandioca. A polícia foi até o local na tentativa de prendê-lo, mas não o encontrou.

(*) Campo Grande News

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios