fbpx
Política‎

Postagem cita declaração falsa de Merkel ao exaltar política salarial para professores na Alemanha

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Um texto que atribui à chanceler alemã Angela Merkel  a declaração de que  professores do país não seriam “pessoas comuns”, e que por isso mereceriam salários acima de todas as outras categorias, foi  compartilhado mais de 115 mil vezes no Facebook. Mas não há registros de que Merkel tenha feito a declaração. Esse boato circula pelo menos desde 2017, em diversas línguas.

A informação de que os professores recebem os maiores salários do país também é falsa. Segundo o Atlas Salarial, da Agência Federal para o Emprego da Alemanha, nenhuma categoria de professores, do ensino infantil ao superior, tem média salarial entre as mais altas em qualquer região do país.

Apesar de o conteúdo do boato ser falso, a Alemanha, segundo Relatório da Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), é um dos países que melhor remunera os professores no mundo.

Imagens: Divulgação

Postagem que circula nas redes sociais

Este conteúdo também foi verificado pelo site Boatos.org.

Este boato foi checado por aparecer entre os principais conteúdos suspeitos que circulam no Facebook. O Estadão Verifica tem acesso a uma lista de postagens potencialmente falsas e a dados sobre sua viralização em razão de uma parceria com a rede social. Quando nossas verificações constatam que uma informação é enganosa, o Facebook reduz o alcance de sua circulação. Usuários da rede social e administradores de páginas recebem notificações se tiverem publicado ou compartilhado postagens marcadas como falsas. Um aviso também é enviado a quem quiser postar um conteúdo que tiver sido sinalizado como inverídico anteriormente.

Um pré-requisito para participar da parceria com o Facebook  é obter certificação da International Fact Checking Network (IFCN), o que, no caso do Estadão Verifica, ocorreu em janeiro de 2019. A associação internacional de verificadores de fatos exige das entidades certificadas que assinem um código de princípios e assumam compromissos em cinco áreas:  apartidarismo e imparcialidade; transparência das fontes; transparência do financiamento e organização; transparência da metodologia; e política de correções aberta e honesta. O comprometimento com essas práticas promove mais equilíbrio e precisão no trabalho.



Fonte

Mostrar mais

Redação

INFORMAÇÕES DE CONTATO --- Ligar (67) 99257-2652 --- m.me/NotaDiariabr --- contato@notadiaria.com.br --- https://notadiaria.com.br/

Artigos relacionados

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios