fbpx
Polícia

Polícia Militar do 6º BPM de Corumbá recupera caminhonete roubada logo após o crime e prende quadrilha por roubo, porte de arma de fogo, tráfico de drogas e associação criminosa |

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Corumbá (MS) Sexta-Feira (12/02) – A guarnição da Força Tática do 6º BPM recebeu denúncia de que havia acabado de ocorrer um roubo de camionete, modelo Hilux, na rua Ciríaco de Toledo no bairro Nova Corumbá, onde a vítima era um senhor de 60 anos que havia sido deixado amarrado pelos criminosos. Os policias deslocaram imediatamente até a estrada rural conhecida como “cabriteira”, rota comumente utilizada por criminosos para levar produtos ilícitos até o país vizinho Bolívia. No percurso avistaram um veículo com as mesmas características do veículo roubado nessa estrada rural indo em direção à fronteira, foi realizada a abordagem conforme preconiza a doutrina policial e foi constatado que se tratava do veículo roubado. Na camionete haviam três ocupantes, sendo três homens de 19, 36 e 23 anos. Após a busca veicular e pessoal, foi feita a entrevista pessoal, onde todos confessaram ter participado do crime e que realmente estavam indo para a Bolívia com intenção de entregar o produto do crime, pois já havia um comprador, um boliviano que não quiseram revelar a identidade.

Por conseguinte, os autores receberam voz de prisão e, por receio de fuga e para preservar a integridade física dos autores bem como da guarnição, todos foram algemados. Foi solicitado apoio de outra viatura para transportar os presos até o distrito policial. Já na delegacia entramos em contato com a vítima, que nos relatou que estava em sua casa quando foi abordado por dois indivíduos os quais estavam em posse de uma arma de fogo. Um deles exigiu a chave de seu veículo e o ameaçou dar-lhe um tiro caso não obedecesse. Então entregou a chave da camionete e posteriormente foi deixado amarrado em um cômodo da casa. Que após um tempo conseguiu soltar-se e pedir ajuda. Perguntado à vítima se reconhecia algum dos autores, respondeu que reconhecia o autor de 32 anos como sendo quem entrou na casa para realizar o roubo e ajudou a marra-lo. Além disso, recorda que na data de ontem, dia 11/02/2021, esse mesmo indivíduo o procurou juntamente com outro rapaz dizendo ter interesse em alugar o seu salão de festas. Que reconhecia também o autor de 26 anos, o qual conhecia por ter sido contratado para realizar obras em sua casa em ocasiões anteriores. Em entrevista com o autor de 19 anos, ele disse que dias antes, enquanto planejavam o crime, havia sido previamente acertado com os outros autores que ele iria dirigir o veículo, o qual tem câmbio automático, pois os outros não sabiam dirigir esse tipo de veículo. Em entrevista com o autor de 26 anos, confessou ele ter articulado o crime e indicado a vítima, pois sabia que era idoso e que tinha uma camionete e que ele ficaria do lado de fora do local em que abordaram a vítima, pois sabia que a vítima iria reconhece-lo. Quanto ao indivíduo de 32 anos, este disse que realizou a abordagem a vítima juntamente com um quarto indivíduo (o qual não estava no veículo no momento da abordagem), e que não sabia o nome, mas sabia o apelido, vulgo neguinho, e que queria colaborar com os esclarecimentos do crime indicando a residência deste último autor.

Em seguida a equipe deslocou até o endereço indicado pelo autor de 32 anos, local onde foram atendidos por um indivíduo de 26 anos que questionado a respeito dos fatos disse que não sabia nada, mas após ser informado que os outros autores já estavam presos acabou também confessando a participação no roubo. A respeito da a arma utilizada no crime, respondeu que não sabia, mas com autorização de outra moradora a guarnição efetuou buscas no local e encontrou em um dos cômodos 500 gramas de substância análoga à maconha. Sobre este fato o autor disse que a droga é de sua propriedade e que iria comercializa-la. Além disso, foi localizado o aparelho celular da vítima nesse mesmo quarto. Foi dada voz de prisão ao autor que disse que iria colaborar e indicar o local onde deixou a arma, senda a casa de um conhecido que também teve participação. A Guarnição deslocou então para uma residência indicada pelo autor de 26 anos, onde foram atendidos por uma mulher de 32 anos. Foi esclarecido o motivo da presença da polícia e perguntado sobre a referida arma, a abordada entregou a arma que estava em sua posse, mas alegou que não sabia que a mesma foi utilizada em um crime. A arma entregue estava dentro de uma mochila, a qual além da arma continha uma corrente de ouro que havia sido subtraída da vítima. Assim, foi entregue para a equipe uma arma calibre .38, com 5 (cinco) munições intactas, com a numeração suprimida (raspada). Todos os materiais e autores do crime foram detidos e entregues na 1º Delegacia de Polícia Civil.

Fonte

Mostrar mais

Redação

INFORMAÇÕES DE CONTATO --- Ligar (67) 99257-2652 --- m.me/NotaDiariabr --- contato@notadiaria.com.br --- https://notadiaria.com.br/

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios