fbpx
Polícia

Polícia Militar Ambiental de Rio Negro autua pecuarista em R$ 6,9 mil por uso de 911 pranchas e 153 e mourões, medindo 23 m³ de madeira ilegal utilizada em mangueiro |

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Campo Grande (MS) – Uma equipe da Polícia Militar Ambiental de Rio Negro realizou fiscalização na parte alta do território do município de Corumbá, a aproximadamente 95 km da cidade de Rio Negro e autuou hoje (6) um proprietário rural, por armazenamento e uso de produto florestal sem autorização ambiental. Os Policiais vistoriaram a propriedade rural e apreenderam 23 m³ de madeira sem origem, sendo 911 pranchas e 153 toras (mourões), que estavam sendo utilizados em um mangueiro na fazenda.

O produto florestal estava sendo utilizado sem autorização ambiental (DOF – Documento de Origem Florestal) e, consequentemente, sem origem. O DOF é o documento ambiental para o transporte e armazenamento e uso de qualquer produto florestal, o que se caracteriza como crime ambiental. A PMA não conseguiu identificar de onde foi explorada a madeira.

O infrator (74), residente em Campo Grande, foi autuado administrativamente em R$ 6.1900,00. O autuado também responderá por crime ambiental. Se condenado poderá pegar pena de seis meses a um ano de detenção.

ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO DA POLÍCIA MILITAR AMBIENTAL – PMMS – (Contato – TENENTE CORONEL EDNILSON PAULINO QUEIROZ) tel. – 3357-1500

Fonte

Mostrar mais

Redação

INFORMAÇÕES DE CONTATO --- Ligar (67) 99257-2652 --- m.me/NotaDiariabr --- contato@notadiaria.com.br --- https://notadiaria.com.br/

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios