fbpx
Polícia

Polícia Militar Ambiental de Dourados autua empresa sucroenergética em R$ 155 mil por incêndio em sua lavoura de cana no município de Sidrolândia

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Campo Grande (MS) – Depois de receberam denúncias de que um incêndio em uma área plantada de cana-de-açúcar no município de Sidrolândia teria sido colocado pela empresa proprietária da lavoura no dia 2 de setembro, Policiais Militares Ambientais de Dourados foram ao local ontem (16) e, quando chegaram, confirmaram a denúncia e estava sendo realizada a colheita da cana no local. O funcionário responsável pela colheita, informou que não sabia como o incêndio tinha sido iniciado.

A PMA realizou levantamentos com uso de GPS e drone e mediu a área incendiada que perfez 155 hectares. Os Policiais observaram que havia os aceiros de proteção da área incendiada e o fogo não passou para outras lavouras próximas que não estavam em ponto de colheita, queimando somente a cana pronta para colheita, indicando a verdade da denúncia.

Apesar disso, o responsável pela empresa informou que não possuía nenhuma responsabilidade pelo incêndio e que não possuía autorização do órgão ambiental. A empresa infratora, com domicílio jurídico no município de Rio Brilhante, foi autuada administrativamente e multada em R$ 155.000,00. O órgão ambiental estadual suspendeu a autorização de queimada por 180 dias, desde o dia 24 de julho, pela Portaria Imasul n. 797, de 24 de julho de 2020.

ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO DA POLÍCIA MILITAR AMBIENTAL – PMMS – (Contato – TENENTE CORONEL EDNILSON PAULINO QUEIROZ) tel. – 3357-1500

Fonte

Mostrar mais

Redação

INFORMAÇÕES DE CONTATO --- Ligar (67) 99257-2652 --- m.me/NotaDiariabr --- contato@notadiaria.com.br --- https://notadiaria.com.br/

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios