fbpx
Polícia

Polícia Militar Ambiental de Cassilândia prende e autua quatro pescadores em R$ 4 mil por pescar durante a piracema e apreende petrechos de pesca |

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Campo Grande (MS) – Durante fiscalização fluvial na operação piracema no rio Aporé no município, Policiais Militares Ambientais de Cassilândia prenderam e autuaram quatro pescadores por pescar durante o período de defeso. Os Policiais abordaram os pescadores ontem (6) no final da tarde, na região onde deságua o córrego Gaieiro e todos praticavam pesca com uso de molinetes e carretilhas com varas. Eles tinham acabado de chegar ao local, iniciavam a pescaria ilegal e ainda não tinham capturado peixes.

Os infratores afirmaram não saber que era período proibido para a pesca, porém, como todos são de Mato Grosso do Sul, dificilmente isso seria verdade, porque há muitos anos  no período de 5 de novembro a 28 de fevereiro do ano seguinte, a pesca tem sido fechada para a proteção da piracema no Estado. Nove molinetes e carretilhas e sete varas de pesca foram apreendidas.

Os Infratores, de 22, 28, 30 e 40 anos, residentes em Cassilândia, receberam foz de prisão e foram conduzidos, juntamente com o material apreendido, à delegacia de Polícia Civil daquela cidade, onde foram autuados por crime ambiental de pesca predatória. A pena é de um a três anos de detenção e multa. Os infratores também foram autuados administrativamente e foram multados em R$ 1.000,00 cada um.

ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO DA POLÍCIA MILITAR AMBIENTAL – PMMS – (Contato – TENENTE CORONEL EDNILSON PAULINO QUEIROZ) tel. – 3357-1500

Fonte

Mostrar mais

Redação

INFORMAÇÕES DE CONTATO --- Ligar (67) 99257-2652 --- m.me/NotaDiariabr --- contato@notadiaria.com.br --- https://notadiaria.com.br/

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios