fbpx
Polícia

Polícia Militar Ambiental de Cassilândia autua paulista em R$ 10 mil por maus tratos ao deixar cavalos sem alimento causando até mortes de animais

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Campo Grande (MS) – Policiais Militares Ambientais de Cassilândia receberam denúncias de possíveis maus-tratos a animais, em virtude de abandono de cavalos sem pastagem ou outros alimentos e sem cuidados, em uma fazenda no município de Paranaíba, margeando a BR 158 na altura do km 90. A PMA foi ao local hoje (5) e verificou tratar-se de uma fazenda pertencente a um homem de 53 anos, residente em São José do Rio Preto (SP). A equipe verificou que a pastagem estava totalmente degradada e os cavalos não conseguiam mais retirar alimento.

Todos os animais estavam extremamente debilitados, alguns não conseguiam mais se levantar e três teriam morrido por desnutrição. Havia inclusive éguas em período de gestação (prenhes), também desnutridas, e era evidente a agonia dos animais. O único estoque de alimentos que havia não era suficiente.

A Polícia Militar Ambiental apreendeu os cavalos e acionou a Agência Sanitária Animal e Vegetal (IAGRO) para as providências relativas aos animais. O infrator foi autuado administrativamente e foi multado em R$ 10.000,00 por maus tratos . O autuado também responderá por crime ambiental de maus-tratos, com pena de três meses a um ano de detenção.

ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO DA POLÍCIA MILITAR AMBIENTAL – PMMS – (Contato – TENENTE CORONEL EDNILSON PAULINO QUEIROZ) tel. – 3357-1500

Fonte

Mostrar mais

Redação

INFORMAÇÕES DE CONTATO --- Ligar (67) 99257-2652 --- m.me/NotaDiariabr --- contato@notadiaria.com.br --- https://notadiaria.com.br/

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios