fbpx
Polícia

Polícia Militar Ambiental de Bonito autua em R$ 6 mil homem de 37 anos por maus-tratos a quatro cachorros |

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Campo Grande (MS) – Policiais Militares Ambientais de Bonito foram acionados pela Polícia Civil e pela vigilância sanitária hoje (3) pela manhã para se deslocar a uma residência no bairro Santo Antônio em razão de maus tratos que estaria ocorrendo contra quatro cachorros. De imediato, a equipe foi ao local e o proprietário não estava em casa. Depois de contato telefônico o responsável pela guarda dos animais domésticos foi à residência e franqueou a entrada dos Policias para verificação.

Na residência havia três cachorros da raça pinscher em um canil improvisado repleto de dejetos, com presença acumulada de fezes e urina. Faltava água e o local não tinha as condições mínimas de higiene. Em outro local havia ainda um filhote de cachorro da mesma raça, que se encontrava amarrado com uma corrente de tamanho curto, em local sem ventilação e luminosidade adequada, não havendo os recursos básicos, como água em um recipiente adequado e alimento. Os animais foram apreendidos e o coordenador do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) os encaminhou a uma Organização Não Governamental de proteção a animais da cidade.

O infrator recebeu voz de prisão e foi encaminhado ao Hospital Municipal para realização do exame de corpo de delito e foi apresentado na Delegacia de Polícia Civil, onde ele foi autuado em flagrante por maus-tratos a animais, cuja a pena foi aumenta nesta semana e agora é de dois a cinco anos de reclusão. Ele também foi autuado administrativamente pela PMA e foi multado em R$ 6.000,00.

ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO DA POLÍCIA MILITAR AMBIENTAL – PMMS – (Contato – TENENTE CORONEL EDNILSON PAULINO QUEIROZ) tel. – 3357-1500

Fonte

Mostrar mais

Redação

INFORMAÇÕES DE CONTATO --- Ligar (67) 99257-2652 --- m.me/NotaDiariabr --- contato@notadiaria.com.br --- https://notadiaria.com.br/

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios