fbpx
Polícia

Polícia Militar Ambiental de Bela Vista autua arrendatário em R$ 16,5 mil por desmatamento e exploração de madeira ilegalmente |

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Campo Grande (MS) – Enquanto realizavam fiscalização em uma rancho no município, localizada a 30 km da cidade, Policiais Militares Ambientais de Bela Vista localizaram hoje (31) um desmatamento e a exploração da madeira da vegetação derrubada ilegalmente. A supressão proibido de 55 hectares de vegetação nativa de concentrado foi verificada quando a equipe viu a madeira derrubada recentemente em leiras e coivaras nas proximidades de fragmentos florestais dentro de uma extensão de pastagem.

Os Policiais procuraram o arrendatário para verificar a licença ambiental para a vegetação desmatada em fragmentos dentro da extensão em vários pontos e perceberam que não havia licença nem para a extensão desmatada há mais tempo, onde já havia pastagem e geração de manada.

Foi utilizado aparelho de GPS para aferição da extensão alterada que perfez 55 hectares. Os Policiais verificaram ainda, que toda a madeira proveniente da vegetação retirada do desmatamento anterior, onde havia pastagem, já havia sido explorada ilegalmente. As atividades foram interditadas e o infrator ficou proibido de explorar a madeira das árvores derrubadas.

O infrator (32), residente em Dourados, foi autuado administrativamente e foi multado em R$ 16.500,00. Ele também responderá por delito ambiental de desmatamento com pena prevista de seis meses a um ano de detenção e mais de seis meses a um ano de detenção pela exploração proibido de madeira. O autuado também foi notificado a apresentar um Projecto de Recuperação da Dimensão Degradada e Alterada (PRADA) junto ao órgão ambiental estadual.

ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO DA POLÍCIA MILITAR AMBIENTAL – PMMS – (Contato – TENENTE CORONEL EDNILSON PAULINO QUEIROZ) tel. – 3357-1500

Fonte

Mostrar mais

Redação

INFORMAÇÕES DE CONTATO --- Ligar (67) 99257-2652 --- m.me/NotaDiariabr --- contato@notadiaria.com.br --- https://notadiaria.com.br/

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios