destaquePolícia

Polícia Militar Ambiental autua agrônomo, arquiteto e empresário mineiros em R$ 3,7 mil por capturar pescado acima da cota e 26 kg são apreendidos | Polícia Militar de MS

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Campo Grande (MS) – Policiais Militares Ambientais de Coxim receberam no quartel hoje (29) três turistas mineiros, em um veículo Mitsubishi Triton, com uma caixa contendo pescado que teriam tomado no rio Taquari, na região do Barranco Vermelho, para procedimento de vistoria e lacre dos peixes.

Quando desceram a caixa para vistoria e lacre obrigatória para o transporte de pescado em Mato Grosso do Sul, os Policiais verificaram que havia 80 exemplares de peixes todos nativos pertencentes às espécies Piraputanga, Jurupoca, Piau, Jurumpensen e Mandi, pesando 26 kg, portanto, supra da quinhão permitida. Outrossim, um réplica de piraputanga apresentava-se inferior da medida permitida pelas normas. Os pescadores afirmaram não saber que a quinhão de conquista era de exclusivamente um réplica de peixe nativo por pescador, mais cinco exemplares de piranha.

O pescado ilícito e o veículo foram apreendidos. Os pescadores, de 30, 38 e 45 anos, residentes em Moema (MG) responderão por violação ambiental de pesca e transporte de resultado da pesca predatória. A pena é de um a três anos de detenção. Eles também foram autuados administrativamente e multados em R$ 1.220,00 cada um, perfazendo R$ 3.660,00. O pescado será doado para instituições filantrópicas depois de periciado.

ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO DA POLÍCIA MILITAR AMBIENTAL – PMMS – (Contato – TENENTE CORONEL EDNILSON PAULINO QUEIROZ) tel. – 3357-1500

Fonte

Etiquetas
Mostrar mais

Redação

INFORMAÇÕES DE CONTATO --- Ligar (67) 99257-2652 --- m.me/NotaDiariabr --- contato@notadiaria.com.br --- https://notadiaria.com.br/

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios