fbpx
Polícia

Polícia Civil registra casos de maus-tratos de animais em Iguatemi após aumento da pena para quem pratica o crime – POLÍCIA CIVIL

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

No último dia 02, por volta das 14 horas, policiais civis de Iguatemi/MS receberam uma denúncia anônima a respeito da existência de alguns cães em situação de maus-tratos, bem como o local seria um ponto de venda de drogas.

Em razão da denúncia de maus-tratos, a Vigilância Sanitária foi acionada para acompanhar as diligências. Durante inspeção no local pelas duas equipes, foram encontrados dois cães em situação de abandono: com lesões na pele, machucados, extremamente magros, amarrados e sem água. E um papagaio, também em situação de maus-tratos e sem licença ambiental

No fundo da residência havia um pequeno desmanche de motos e bicicletas, com várias peças, e vários móveis no entorno da casa, trazendo a suspeita de que usuários de drogas trocavam móveis, motocicletas e bicicletas por entorpecentes naquele local.

Em razão da denúncia anônima de que ali seria um ponto de venda de drogas, somados aos demais elementos, a equipe entrou na residência, onde foi localizada uma porção de maconha além de vários objetos de procedência duvidosa, tais como quatro máquinas de lavar roupa, duas lavadoras de alta pressão, duas serras circulares, aparelhos de som, celulares, patinete motorizado, bicicleta e até um couro de jaguatirica.

Segundo apurado pela investigação, o morador havia ido para outro estado e teria deixado os animais há quase uma semana sem água e amarrados. O suspeito irá responder pelos crimes de tráfico de drogas, maus-tratos a cães e posse ilegal de animal silvestre, sendo que a soma das penas pode chegar a mais de 20 anos de reclusão.

Esse é primeiro caso na cidade de Iguatemi em que será aplicada a Lei Sanção, que trata de maus-tratos e cães e gatos, cuja pena varia de 2 a 5 anos de reclusão.

A Polícia Civil segue nas investigações e tenta, agora, identificar os proprietários dos bens apreendidos para que sejam devolvidos.

 

Texto: Acadêmica Fernanda Müller

Fonte

Mostrar mais

Redação

INFORMAÇÕES DE CONTATO --- Ligar (67) 99257-2652 --- m.me/NotaDiariabr --- contato@notadiaria.com.br --- https://notadiaria.com.br/

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios