fbpx
Polícia

Polícia Civil prende suspeito de receptar sela furtada em fazenda

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Ribas do Rio Pardo (MS): Na tarde desta terça-feira (4), em ação conjunta, o Grupo de Operações e Investigações e o Setor de Investigações Gerais da Delegacia Polícia Social de Ribas do Rio Pardo prenderam em flagrante um varão de 26 anos, suspeito de praticar o violação de receptação.

A vítima compareceu na Delegacia relatando que é proprietária de uma Herdade situada no município de Jaraguari, mas próxima de Ribas do Rio Pardo, e que, há aproximadamente 4 meses, teve uma sela estilo americana furtada do galpão da propriedade.

Naquele momento, a vítima suspeitava que um ex-funcionário pudesse ter sido o responsável do vestuário, sendo que somente neste mês conseguiu confirmar suas suspeitas. A vítima teria obtido informações anônimas de que seu ex-funcionário estava, realmente, usando a sela furtada na quinta em que atualmente trabalha, localizada em Ribas do Rio Pardo.

Diante da notícia do violação, policiais civis do S.I.G., acompanhados da Mando Policial sítio e de policiais civis do GOI se deslocaram até o suposto paradeiro do suspeito.

Chegando ao sítio, os policiais indagaram o suspeito sobre a posse da sela. Ele confirmou que sim, apesar de ter refutado o latrocínio. O suspeito alegou que teria comprado o objeto no Bairro Jabour pela quantia de R$ 450,00 de um varão. Valos muito inferior ao de mercado.

A vítima prontamente reconheceu o objeto furtado uma vez que de sua propriedade. A sela estava ocultada em um quarto da quinta.

Constatado que o suspeito não praticou o latrocínio, sendo que somente adquiriu o muito sabendo que se tratava de resultado de violação, ele recebeu voz de prisão pelo delito de receptação dolosa, sendo orientado à Delegacia de Ribas, sítio em que ficará à disposição da justiça.

 

Fonte

Mostrar mais

Redação

INFORMAÇÕES DE CONTATO --- Ligar (67) 99257-2652 --- m.me/NotaDiariabr --- contato@notadiaria.com.br --- https://notadiaria.com.br/

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios