fbpx
Polícia

Polícia Civil prende homem com mais de 5 kg de “skunk”

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Dourados (MS): Policiais Civis da Delegacia Especializada de Repressão de Crimes da Fronteira – Defron prenderam nesta quinta-feira (7), na MS 379 entre os municípios de Laguna Caarapã e Dourados, um homem de 20 anos, morador de Dourados-, transportando 5,340 kg (cinco quilos e trezentas e quarenta gramas) de “Skunk”.

Os policiais realizavam policiamento quando avistaram uma motocicleta que retornou na pista ao avistar a fiscalização policial. O jovem conduziu a motocicleta por alguns metros, abandonando-a em seguida e fugindo a pé em meio a um canavial, mas foi alcançado e contido pelos policias.

Ao verificarem a motocicleta, os policiais notaram que as caixas que o jovem trazia estavam carregadas com diversos pacotes droga, que é uma versão da maconha com maior concentração de Tetra-hidrocanabinol (THC), principal compenente ativo da maconha.

Aos policiais, o jovem confessou que comprou a droga na cidade de Ponta Porã e pretendia revendê-la na cidade de Dourados. O indivíduo preso disse ainda que havia pago a quantia de R$ 1.000,00 pela substância e que iria fracioná-la em porções menores, as quais seriam revendidas pelo total de R$ 20.000.

Diante dos fatos, o jovem foi atuado em flagrante pelo crime de tráfico de drogas na sede da Defron e encaminhada a uma das celas da 1ª-DP de Dourados, onde permanece a disposição da justiça.

A DEFRON salienta que a apreensão se deu durante uma fiscalização que faz parte da Operação HÓRUS/MS, organizada pelo programa Vigia do Ministério da Justiça e Segurança Pública, com apoio da CGFRON/DIOP/SEOPI/MJSP, que visa promover uma atuação integrada entre os órgãos de segurança pública para coibir crimes transfronteiriços, tais como tráfico de drogas, armas, contrabando e descaminho

 

Fonte

Mostrar mais

Redação

INFORMAÇÕES DE CONTATO --- Ligar (67) 99257-2652 --- m.me/NotaDiariabr --- contato@notadiaria.com.br --- https://notadiaria.com.br/

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios