fbpx
Polícia

PMA de Aparecida do Taboado prende e autua em R$ 15,7 mil três paranaenses pescando com 1.500 metros de redes e apreende, barco, motor, redes e 234 kg de pescado

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Campo Grande (MS) – Durante fiscalização no rio Grandinho no município, Policiais Militares Ambientais de Aparecida do Taboado prenderam ontem (17) no final da tarde, três pescadores por pesca predatória. Os infratores pescavam embarcados e foram surpreendidos armando e conferindo 30 redes de redes de pesca (petrechos proibidos), que haviam armado, as quais medidas perfizeram 1500 metros.

A PMA soltou vários exemplares que ainda estavam vivos nas redes e aprendeu 234 kg de peixes que estavam mortos na embarcação e à margem do rio. Além do pescado, com eles foram apreendidos, um barco, um motor de popa e as redes de pesca. Felizmente a PMA prendeu os elementos no mesmo dia do início da pescaria, haja vista que esses petrechos têm grande poder de captura e dizimação de cardumes. Para se ter ideia, em algumas horas, os pescadores já tinham capturado 234 kg de pescado, então se ficassem amis dias, toneladas poderiam ser retiradas.

Redes e barco apreendidos.

Os infratores, de 38 e 62 anos, residentes em Londrina (PR) e outro de 38 anos, residente em 1º de Maio (PR), receberam voz de prisão e foram conduzidos à delegacia de Polícia Civil de Aparecida do Taboado, juntamente com o material apreendido, onde eles foram autuados em flagrante por crime ambiental de pesca predatória e saíram depois de pagar fiança. Eles também foram autuados administrativamente e multados em um total R$ 15.680,00 cada um. O Pescado será doado para instituições filantrópicas.

ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO DA POLÍCIA MILITAR AMBIENTAL – PMMS – (Contato – TENENTE CORONEL EDNILSON PAULINO QUEIROZ) tel. – 3357-1500

Fonte

Mostrar mais

Redação

INFORMAÇÕES DE CONTATO --- Ligar (67) 99257-2652 --- m.me/NotaDiariabr --- contato@notadiaria.com.br --- https://notadiaria.com.br/

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios