Saúde
Últimas

Saiba como usar o óleo de alho em benefício da saúde

O alho é um alimento usado na culinária e também para fins medicinais há muitos séculos. Conheça a versão em óleo.

Comer alho faz muito bem à saúde, tanto, que há quem fique mastigando alho o dia inteiro, mesmo sabendo que o hálito não será dos mais agradáveis. Uma ideia melhor nesse caso seria consumir o óleo de alho em cápsula. Já ouviu falar?!

Para que se obtenha o óleo de alho podem ser feitos dois processos: destilação a vapor do alho picado ou imersão do alho em óleo vegetal. A primeira forma é a mais concentrada e as duas versões são vendidas em cápsulas, nas lojas especializadas.

O importante é que o óleo de alho nunca seja aquecido no processo de fabricação, pois o aquecimento implica na perda dos nutrientes do alho.

Para que serve óleo de alho?

O  alho  em qualquer uma das suas formas é muito benéfico para a saúde, mas se você não gosta de usá-lo como tempero na comida, as cápsulas de óleo de alho são a melhor opção.

O óleo de alho serve para fornecer boas quantidades de vitamina A, B e C, antioxidantes, acelerar o metabolismo, fornecer potássio, sódio, muito cálcio, um pouco de proteína e até mesmo carboidrato.

Quando utilizado fora das cápsulas, pode ser aplicado na pele ou misturado em água para tratar ferimentos, aliviar coceira e ajudar na cicatrização.

Benefícios do óleo de alho

O óleo de alho, que obrigatoriamente deve ser feito a frio, vai promover benefícios para a saúde de todo o organismo. Ele é recomendado para:

  • Tratar doenças causadas por bactérias, vírus e parasitas;
  • Reduzir sintomas de gripe e resfriado;
  • Prevenir arteriosclerose;
  • Promover a renovação celular através do efeito antioxidante;
  • Fortalecer o sistema imunológico;
  • Melhorar a saúde do coração;
  • Controlar a pressão sanguínea e o diabetes;
  • Combater a prisão de ventre;
  • Contribuir no processo de emagrecimento.

Como tomar e qual a dose recomendada?

Não existe uma única dose recomendada de óleo de alho para todas as pessoas, pois cada organismo necessita de quantidades específicas.

Por isso, o ideal é consultar seu médico ou nutricionista antes de começar a usar as cápsulas. Mas, basicamente, a dose média é de 1 cápsula duas vezes por dia antes das refeições.

Existem contraindicações?

A única contraindicação é no caso das lactantes, pois ele pode mudar o sabor do leite e o bebê acabar recusando. Em alguns casos, ele pode ser proibido durante a gestação e no pré e pós operatório.

De modo geral, assim com tudo o que ingerimos, o óleo de alho precisa ser consumido ser em dose equilibrada, sem exageros.

Portanto, além do caso das lactantes, não há contraindicações, desde que não ultrapasse a quantidade recomendada pelo médico. Caso isso ocorre poderá haver náuseas, vômito, diarreia e mal-estar.

Mesmo que seja em forma de cápsula, o óleo de alho ainda pode causar mau hálito e deixar o suor com odor mais forte, pois o cheiro é uma das características da alicina, componente do alho responsável por muitos dos seus benefícios à saúde.

Dica: Faça óleo de alho em casa

Se não quiser comprar o óleo pronto em cápsulas é possível fazer a mistura do alho com óleo vegetal em casa. É muito simples, veja no vídeo abaixo:

Tags
Mostrar mais
Close
Close

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios