fbpx
Polícia

Nota oficial da Polícia Civil

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A Polícia Civil do Mato Grosso do Sul vem a público informar que a prisão do homem suspeito de cometer sete assassinatos em Campo Grande, preso no dia 15 de maio após extenso trabalho de investigação da Delegacia Especializada de Repressão a Homicídios – DEH, se pauta na legalidade e em observância aos princípios constitucionais penais e processais.

A instituição repudia, veementemente, a fala do advogado Jean Cabreira, responsável pela defesa do investigado, em que imputa à instituição o cometimento de crime ao alegar que o preso estaria sofrendo agressões psicológicas durante sua custódia em cela de Delegacia de Polícia desta capital.

A Polícia Civil do Mato Grosso do Sul é referência nacional e coleciona os melhores índices de resolução de homicídios do país. Este resultado é fruto de um trabalho profissional, pautado no comprometimento dos policiais civis que incansavelmente se dedicam em bem cumprir sua missão de servir e proteger a sociedade.

A instituição reforça que suas ações são calcadas na lei e submetem-se ao controle interno de sua Corregedoria e externo, feito pelo Ministério Público Estadual. Reiteramos que todo o procedimento adotado nesta investigação está, como em todas as investigações conduzidas pela Polícia Civil do Mato Grosso do Sul, de acordo com a lei e aguarda a apresentação das provas que a defesa do suspeito diz possuir em respeito ao princípio da ampla defesa.

Fonte

Mostrar mais

Redação

INFORMAÇÕES DE CONTATO --- Ligar (67) 99257-2652 --- m.me/NotaDiariabr --- contato@notadiaria.com.br --- https://notadiaria.com.br/

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios