fbpx

Mulher que correu para não ser agredida, não quis denunciar marido

Na delegacia, a esposa do autor preferiu não representar contra ele e também não aceitou medida proteriva

Mulher não quis representar contra o marido na delegacia. (Foto: Marcos Maluf)

Na Deam (Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher), a mulher, de 19 anos, que correu para a Maternidade Cândido Mariano nesta manhã (3) fugindo do marido, de 24 anos, que queria agredi-la, não quis representar contra o autor.

À polícia, ela contou que vive com o marido há 5 anos e que nesta manhã ele a levou para acompanhar uma amiga que estava internada na maternidade. O marido teria pedido o celular pois o aparelho era utilizado no comércio para contato com os clientes, porém ela negou a entregar o objeto.

Tenente da PM, médico rendeu marido que tentava agredir esposa. (Foto: Marcos Maluf)
Tenente da PM, médico rendeu marido que tentava agredir esposa. (Foto: Marcos Maluf)

Neste momento, ambos iniciaram uma discussão e como o marido estava com um capacete na mão arremessou em direção a ela. O capacete não a atingiu e parou cerca de 2 metros dela. Em seguida o médico, que também é policial militar, interveio e acionou a PM.

Segundo o registro policial, a vítima não quis representar contra o marido e também não quis medida protetiva. Ela chegou a passar no setor psicossocial.

A prisão aconteceu por volta das 7h30. O segundo tenente da PM, Vitor Hugo Kussumoto, disse que estava na maternidade para visitar uma paciente, colega da PM, internada na maternidade.

Na esquina das ruas Arthur Jorge e Marechal Rondon, o casal discutia, até que a mulher saiu correndo e o homem a perseguiu, jogando o capacete em sua direção.

A mulher buscou abrigo dentro da maternidade. Armado, Kussumoto interceptou e rendeu o homem, que parou sem esboçar resistência.

Chorando, o homem foi levado à delegacia.

Fonte

A URL curta deste artigo é: https://notadiaria.com.br/OQ8R7
Mostre mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor desativar seu adblock para continuar!