fbpx
Capital

Moradores da comunidade “Só Por Deus” recebem regularização fundiária

Morador da comunidade Só Por Deus. (Foto: Arquivo/Marcos Maluf)
Morador da comunidade Só Por Deus. (Foto: Arquivo/Marcos Maluf)

Amhasf (Agência Municipal de Habitação e Assuntos Fundiários) entregou projeto de regularização fundiária para a comunidade Só Por Deus, localizada no Bairro Centro-Oeste, Região Urbana do Anhanduizinho, na tarde desta terça-feira (22).

A agência também integrou as 86 famílias que vivem no local ao Credihabita, programa que proporciona a contratação de Athis (Assistência Técnica Especializada em Habitação de Interesse Social), kits de materiais de construção, além da disponibilização de um cartão com R$ 25 mil para as obras, com prestações sociais e prazo de pagamento em até 300 meses. Os recursos utilizados serão provenientes da prefeitura.

A Amhasf analisou a situação social da comunidade em maio de 2021 e tornou elegível a Só Por Deus para a regularização fundiária, por se tratar de ocupação irregular consolidada

Os residentes da comunidade, composta por diversas crianças e idosos, vivem em condições insalubres há quase 10 anos, em barracos construídos com lonas e pedaços de madeirites, utilizando água e energia elétrica adquiridos através de ligação irregular.

Agora, com a regularização fundiária, as famílias receberão o título de posse dos lotes que vivem.

“Cheguei aqui bem nova, com 15 anos, e passei por muitos problemas e momentos de desespero. Hoje, 6 anos depois, com 3 filhos, posso ter orgulho de dizer a eles que vamos morar em uma casinha nova, segura e só nossa”, disse a moradora, Gleice Kelly Silvestre, 21.

Outra moradora da Só Por Deus desde 2016, Suellen de Barros Selli, 32, se mostrou ansiosa para acolher os cinco filhos em uma casa segura.“Pedimos socorro várias vezes à Amhasf, quando havia ventos e tempestades e levava tudo. Passamos muito medo e tensão quando chovia”.

Fonte

A URL curta deste artigo é: https://notadiaria.com.br/Q5JgI
Mostre mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo