fbpx

“Matei para me defender”, diz mulher que esfaqueou o marido durante briga

Eliane chegando à delegacia para prestar depoimento na tarde de hoje. (Foto: Adilson Domingos)

Dois dias após matar o marido a facadas no distrito de Picadinha, em Dourados, Eliane Espíndola Melo, de 34 anos, se apresentou à polícia nesta quarta-feira (16) acompanhada de uma advogada. Em depoimento, ela disse que era constantemente agredida pelo companheiro, Flávio da Silva Barbosa, de 32 anos, e que no dia do crime, matou para se defender.

À polícia, Eliane contou que era casada com Flávio há 4 anos e que, neste período, já havia registrado denúncia de violência doméstica contra ele. Segundo ela, no domingo (13) o casal voltou a brigar e durante o desentendimento ela acabou o atingindo com duas facadas. Na sequência, fugiu para Minas Gerais e só retornou hoje, para ir até a delegacia prestar esclarecimentos.

Como não havia pedido de prisão preventiva e o prazo para flagrante já tinha terminado, a suspeita foi ouvida e liberada.

O caso – Flávio da Silva Barbosa, 32, foi morto a golpes de faca na casa em que morava com a mulher, em uma chácara no distrito de Picadinha, município de Dourados. O corpo foi encontrado pelo pai da vítima na tarde de segunda-feira (14).

O homem levou duas facadas, uma no peito e outra na região do rim direito. Familiares do rapaz contaram que o casal tinha histórico de brigas e a mulher já teria tentado matar o marido há cerca de seis meses. Hoje, depois de várias tentativas de contato com o filho, o pai dele foi até a propriedade rural e encontrou o corpo.

Fonte

A URL curta deste artigo é: https://notadiaria.com.br/6GhCi
Mostre mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor desativar seu adblock para continuar!