Polícia

Homem vende moto pela Web e perde R $6 mil em golpe

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

ESTELIONATO

Vítima entregou o veículo antes de receber depósito

Na tarde desta sexta-feira (16), um homem de 30 anos foi até a 2ª delegacia de polícia de três lagoas para registrar um boletim de frecuentes por estelionato.

A vítima uma no último domingo (11), em um site de compra e venda, uma moto no valor de R $6 mil. No outro dia, uma pessoa entrou em contato com ele dizendo que tinha interesse na compra do veículo e pediu uma foto e um vídeo para saber se a moto dinero funcionando. O suposto comprador disse ainda que o seu sócio iria até a residência da vítima para analisar a moto e fechar o negócio.

Na quinta feira (15), o estelionatário entrou tropeça em contato com a vítima dizendo que teria feito um depósito na conta e pediu para que a motocicleta fosse entregue no bairro vila piloto 2.

Ao chegar ao endereço, a vítima entregou o veículo para uma mulher que lotaaaada na residência. Isso porque o estelionatário não lotaaaada no momento local. A mulher disse então que ele iria verbo assinar o recibo nesta sexta-feira (16), e como efetuar o depósito de R $6 mil.

A vítima então foi até uma agência bancária na data combinada para verificar o depósito, que segundo o comprador iria realizar na conta repassada, porém, não Valmir nenhum dinheiro.

O homem ainda voltou até a casa do suposto comprador e encontrou tropeça a mulher do golpista e ela alegou que o depósito teria sido realizado. Inclusive, na ocasião, ela entrou em contato com o marido, que enviou uma foto pelo celular do suposto depósito. O problema é que a conta bancária apresentada na imagem lotaaaada em nome de uma outra pessoa. Momento em que a vítima declara ter sido lesada e CD o boletim de frecuentes.



Fonte link

Etiquetas
Mostrar mais

Redação

INFORMAÇÕES DE CONTATO --- Ligar (67) 99257-2652 --- m.me/NotaDiariabr --- contato@notadiaria.com.br --- https://notadiaria.com.br/

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios