fbpx

Homem que torturou adolescente até a morte é condenado a 12 anos de prisão

Levado a julgamento nesta terça-feira (05) na Capital, Alisson Fernandes Ribeiro acabou sendo condenado a 12 anos de prisão por ter torturado até a morte o adolescente Pedro José de Arruda Pinto, em 2019. Seu comparsa no crime, Lucas Almeida Portela também pegou a mesma pena, mas segue foragido.

A condenação equivale ao crime homicídio qualificado pelo motivo cruel com arma fogo, que foi reconhecida pelo conselho de sentença e atestada pelo juiz Carlos Alberto Garcete de Almeida, presidente do 1º Tribunal do Júri da Capital.

Crime brutal –  O corpo do adolescente foi encontrado com várias partes do corpo quebradas em 31 de outubro de 2019, em região do Bairro Danúbio Azul, na Capital. Ele foi assassinado em um matagal na rua de casa, mas sofreu sessão de tortura antes. Conforme investigações policiais, Alisson e Pedro eram amigos do garoto.

Segundo apurado pelo Campo Grande News, Pedro foi morto no mesmo dia em que seria internado por vício em substâncias químicas logo antes do crime. A polícia também concluiu que o crime teria relação com domínio do tráfico na região.

– CREDITO: CAMPO GRANDE NEWS

A URL curta deste artigo é: https://notadiaria.com.br/v2sj0
Mostre mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor desativar seu adblock para continuar!