fbpx
Polícia

Executado com 2 tiros em bar de Campo Grande disse ao irmão que já teria sido ameaçado pelo suspeito

Fabiano Smith, de 42 anos, executado em um bar na Rua Conde do Pinhal, no jardim Colibri, em Campo Grande, na tarde deste domingo (8), teria revelado ao irmão que já foi ameaçado e tido desavenças com o suspeito de ser o autor dos disparos, o ex-namorado da mulher que estava com ele no momento do crime. Essas informações constam no boletim de ocorrência do caso.

Ainda conforme o registro, a atual companheira de Fabiano, e testemunha da execução, identificou o autor como sendo seu ex-namorado, contra quem, inclusive, possui medida protetiva por casos de violência domésticas no passado. Ela também revelou que o suspeito não aceitava o fim do relacionamento, bem como a atual relação dela com Fabiano.

“O autor não aceitava o fim do relacionamento, muito menos o novo relacionamento da mesma com Fabiano”, diz o histórico do boletim de ocorrência.

Testemunhas disseram à polícia que o autor teria passado duas vezes pelo local, sendo que na segunda vez, parou a motocicleta a aproximadamente 50 metros do bar, deslocando-se à pé até o casal, onde na sequência efetuou os disparos e fugiu.

Investigação

Os Bombeiros foram acionados, mas o homem já estava morto. A Polícia Militar e a perícia da Polícia Civil estiveram no local para realizar os levantamentos. O Choque faz buscas pela região pelo autor dos disparos. A polícia investiga se a motivação para o crime teria sido passional.

O delegado Fabrício Dias, disse que o crime pode ter sido passional. O autor do crime seria o ex companheiro da mulher que a vítima estava acompanhado. Foram disparados três tiros, sendo que dois atingiram a vítima.

Fonte

A URL curta deste artigo é: https://notadiaria.com.br/bZxnb
Mostre mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo