fbpx
Geral

Em ‘fusqueada’, amigos falam da lição de vida deixada por Jesse

Motoristas e motociclistas saíram de Campo Grande para prestar homenagem final em Terenos

Para a ocasião, grupo fez adesivo de Jesse com Shurastey. (Foto: Paulo Francis)
Para a ocasião, grupo fez adesivo de Jesse com Shurastey. (Foto: Paulo Francis)

O dia começou cheio de saudade e recordações da passagem de Jesse Koz e Shurastey por Campo Grande, em 2019. Amigos, fãs e admiradores do influenciador e do labrador estiveram reunidos na manhã deste domingo (29) para prestar homenagem e dizer o último adeus. Com o apoio de carros e motos, o pessoal seguiu para Terenos, a 31 km da Capital, onde soltaram na praça balões e fogos para os viajantes.

No começo desta semana, Jesse e Shurastey faleceram após se envolverem num acidente de trânsito próximo à cidade de Portland, nos Estados Unidos. Desde 2017, eles viajavam juntos com o objetivo final de chegar ao Alaska.

Organizado por Rafael Ruffalo,de 34 anos, a homenagem teve como ponto de encontro um posto de combustível, que fica em frente à Base Aérea de Campo Grande. Por volta das 8h, os primeiros participantes chegaram e às 9h20 seguiram para Terenos. Na ocasião, pessoas de todas as idades se reuniram, sendo que alguns foram com a família e outros levaram os animas de estimação.

Rafael fala sobre exemplo de simplicidade deixado por Jesse. (Foto: Paulo Francis)
Rafael fala sobre exemplo de simplicidade deixado por Jesse. (Foto: Paulo Francis)

O proprietário da oficina Los Raros conheceu Jesse após arrumar o Fusca “Dodongo” do influencer. O influencer ficou dois meses na cidade e, no dia que partiu, Rafael o acompanhou até Terenos. “Fizemos o ponto de saída aqui no posto e almoçamos com ele lá. A ideia dessa homenagem de ir a Terenos é por conta desse momento, então vamos fazer a despedida como se ele tivesse indo para o Alasca”, explica.

Na perspectiva do mecânico, Jesse era uma pessoa única, verdadeira e exemplo de humildade.

“Aquele cara era incrível, ele era simples de tudo, espetacular, muito verdadeiro e as pessoas seguiam ele por esse jeito”, afirma.

Encontro no posto reuniu Fuscas e outros carros clássicos. (Foto: Paulo Fracis)
Encontro no posto reuniu Fuscas e outros carros clássicos. (Foto: Paulo Fracis)

Ele relata como se sentiu quando recebeu a notícia da morte do amigo e Shurastey. “Fiquei muito triste, foi um choque muito grande, porque não tinha nem uma semana que tínhamos conversado”, fala. Apesar da situação delicada, Rafael frisa que o intuito da homenagem é celebrar o legado deixado pelo curitibano. “Comprei fogos para ficar festivo e um momento mais alegre, porque ele era um cara bem alegre. Acho que era o que ele iria querer”, destaca.

O arquiteto David de Oliveira, de 40 anos, também conheceu o viajante e fala sobre o exemplo que ele deixou para as pessoas. “Eu tive a oportunidade de falara para ele: ‘Cara, admiro você’. Ele teve a vida que todo mundo queria ter, ele viajou o mundo e fez o que uma minoria vai fazer”, ressalta. Já Vanessa Medeiros, de 35 anos, acompanhava o viajante pelas redes sociais e admirava a trajetória dele. “Eu acompanho ele desde sempre, ele realmente vivia e sabia aproveitar a vida. É uma inspiração para a gente”, frisa.

Acompanhada do marido e a filha, Fabiane Lima, de 40 anos, participou do encontro. Ela se diz agradecida por Jesse ter levado a cultura e identidade do Brasil nos países que visitou. “Aonde ele foi, ele carregava a nossa bandeira. Agora, é um momento de agradecer por tudo que ele fez por nós brasileiros”, pontua.

David comenta que Jesse fez o que poucas pessoas irão fazer em vida. (Foto: Paulo Fracis)
David comenta que Jesse fez o que poucas pessoas irão fazer em vida. (Foto: Paulo Fracis)

Momentos antes dos veículos seguirem para Terenos, Galizia Xavier, de 39 anos, ficou emocionada. “Eu já chorei ali, eu era fã demais, senti demais e vim para fazer essa homenagem para esses dois anjos”, diz. Em 2019, ela conheceu Jesse e esteve presente no momento que ele saiu da cidade rumo a Terenos.  Ao saber da morte dele, ela contribuiu na vaquinha solidária feita com o objetivo de custear o translado do corpo. Em razão do trabalho, Galizia não pode ir ao município vizinho, por isso, planejou fazer parte do percurso de bicicleta.

A homenagem –  Aproximadamente 45 automóveis e 20 motos participaram da despedida neste domingo. Os Fuscas predominaram o ato, que também contou com a presença de outros carros clássicos, como Chevet, Brasília, Kombi, Variante, Puma GTE 1974, Corsel e Dodge 1972. Além dos motoristas, grupos de motociclistas estiveram na despedida. Os carros receberam um adesivo com a arte de Jesse, Shurastey e o Fusca Dodongo.

Motociclistas participaram da homenagem ao influencer. (Foto: Paulo Fracis)
Motociclistas participaram da homenagem ao influencer. (Foto: Paulo Fracis)

Confira a galeria de imagens:

Acompanhe o Lado B no Instagram @ladobcgoficial, Facebook e Twitter. Tem pauta para sugerir? Mande nas redes sociais ou no Direto das Ruas através do WhatsApp (67) 99669-9563 (chame aqui).

Fonte

A URL curta deste artigo é: https://notadiaria.com.br/XwFiE
Mostre mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo