fbpx
Polícia

Em Bataguassu, Polícia Militar prende quatro pessoas e captura foragido da Justiça após confusão generalizada que resultou em tentativa de homicídio. | Polícia Militar de MS

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Bataguassu (MS) – Por volta das 20:30 de sexta-feira (01/05), a guarnição da Polícia Militar em Bataguassu prendeu 4 (quatro) pessoas, sendo dois homens e duas mulheres, após uma confusão generalizada que resultou em esfaqueamento no Jd. Acapulco. Na ação, um foragido da Justiça foi capturado.

Os policiais foram acionados a deslocar até uma residência no referido bairro, onde relataram que estava ocorrendo uma briga e havia um homem esfaqueado. No local, a Equipe PM tomou conhecimento que um homem de 36 anos e o genro dele de 29 anos, estavam na casa quando começaram a discutir, momento que o genro desferiu uma tijolada no sogro, vindo a quebrar o pé esquerdo. O homem foi socorrido até a santa casa para receber atendimento médico. Posteriormente, o enteado dele, de 32 anos, se apoderou de uma faca e juntamente com um amigo, foram até a residência onde ocorreu a briga para cobrar explicações do homem que agrediu seu padrasto. Houve uma nova briga, desta vez entre os dois, e a faca que o jovem trazia consigo caiu no chão, e ele acabou esfaqueado na perna direita pelo outro, que se aproveitou da ocasião.

O amigo que o acompanhava interveio, evitando que ele fosse golpeado por mais vezes, e o homem, autor da tijolada, e agora também das facadas, fugiu tomando rumo ignorado. O homem lesionado na altura da coxa, foi socorrido a santa casa por uma Equipe do Corpo de Bombeiros.

A guarnição PM saiu em rondas com o intuito de localizar o agressor, quando se deparou com uma terceira confusão, dessa vez uma briga entre duas irmãs de 28 e 30 anos, sendo uma delas casada com o autor das agressões.

Os policiais continham a briga das duas quando avistaram o autor saindo no portão de uma residência. Ele foi abordado e ao receber voz de prisão, investiu contra os policiais, sendo necessário efetuar disparo de munição de borracha para contê-lo e imobilizá-lo.

Diante dos fatos todos os envolvidos foram conduzidos à DP para providências. Durante a elaboração da ocorrência, foi constatado que um homem 33 anos, arrolado como testemunha, estava foragido da Justiça. Ele recebeu voz de prisão e permaneceu preso à disposição da Justiça.

 

Polícia Militar, a guardiã do cidadão!

(Assessoria de Comunicação Social da 7ª CIPM/CPA-2).

 

Fonte

Mostrar mais

Redação

INFORMAÇÕES DE CONTATO --- Ligar (67) 99257-2652 --- m.me/NotaDiariabr --- contato@notadiaria.com.br --- https://notadiaria.com.br/

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios