Educação

IFMS sedia premiação de olimpíadas do conhecimento

Foram premiados estudantes de escolas públicas e particulares de Mato Grosso do Sul que conquistaram medalhas em olimpíadas do conhecimento realizadas em 2017.

A reitoria do Instituto Federal de Mato Grosso do Sul (IFMS) sediou nessa segunda-feira, 23, a cerimônia de premiação dos estudantes do Estado que venceram as edições 2017 da Olimpíada Brasileira de Física (OBF), Olimpíada Brasileira de Física das Escolas Públicas (OBFEP) e Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA).

Foram premiados estudantes do IFMS, sendo 22 de Campo Grande e dois de Corumbá, além de alunos do Colégio Militar e de escolas públicas e particulares da Capital e de outras cidades do Estado.

O evento foi organizado pelo Campus Campo Grande, com apoio da reitoria. O professor de Física, Ronaldo Silva, coordenador estadual das olimpíadas, destacou a importância da participação de estudantes nesse tipo de competição. “Representa mais do que apenas um teste de conhecimento. As olimpíadas abrem portas aos estudantes, que passam a perceber seu potencial, são incentivados e incentivam os colegas”.

O professor lembra que participar de olimpíadas também são uma forma de enriquecer currículos e portfólios. “Atualmente muitos processos seletivos consideram a participação em olimpíadas e os resultados obtidos, como por exemplo, seleções para estágios e bolsas”, destacou Silva.

O reitor do IFMS, Luiz Simão Staszczak, parabenizou alunos e professores pelo desempenho obtido e ressaltou o aumento no número de premiações. “Neste segundo ano em que sediamos esta premiação, já notamos esta mudança, com mais estudantes premiados e a maior participação de instituições de ensino nas olimpíadas”.

Staszczak lembrou que os medalhistas devem servir de estímulo a outros estudantes. “Cada um de vocês que têm alcançado estas conquistas pode ser um multiplicador entre seus colegas”, afirmou o reitor.

Também estavam presentes na premiação a diretora-geral do Campus Campo Grande, Rosane Fernández; o diretor do Colégio Militar, Coronel Pires Filho; o coordenador de políticas para o Ensino Médio e Educação Profissional da Secretaria Estadual de Educação, Davi dos Santos; diretores de escolas públicas e particulares, familiares e amigos dos premiados.

Voando alto – Um dos premiados foi Lucas Araújo, estudante do Campus Campo Grande do IFMS. Medalhista na OBA 2017, foi credenciado a participar da Jornada Espacial Brasileira, realizada em dezembro do ano passado na cidade de São José dos Campos (SP).

Na ocasião, o estudante fez visitas técnicas e assistiu palestras em centros de referência como o Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA) e o Instituto Nacional de Pesquisa Espacial (INPE). “Foi uma experiência incrível que não esperava viver. Conheci laboratórios de ponta, o Museu da Aeronáutica, um outro mundo onde cada dia aprendi algo novo”.

Durante a jornada, Lucas foi surpreendido com um convite feito pela coordenação da OBA para que participasse de um processo seletivo realizado pela   Minerva School, para ingresso em um curso de graduação que será ofertado em sete diferentes cidades ao redor do mundo.

“Recebi o resultado há pouco mais de duas semanas, com minha aprovação tanto no processo seletivo como na bolsa de estudos, o que permitirá a continuidade dos meus estudos fora do país”, comemorou.

Lucas, que conclui o curso técnico em Informática neste semestre, reconhece o apoio que encontrou no IFMS. “Sempre me senti incentivado pelos professores do Instituto Federal, que me apoiaram e foram parceiros em todos os momentos, que fizeram com que o sonho de fazer a graduação fora do país se tornasse realidade”.

Destaques – Na Olimpíada Brasileira de Física (OBF), o estudante Rodrigo Pereira, do 9º ano do Colégio Maria Montessori, de Campo Grande, conquistou a única medalha em nível nacional entre os participantes de Mato Grosso do Sul.

Pela Olimpíada Brasileira de Física das Escolas Públicas (OBFEP), um dos medalhistas é Victor Escobar, do Colégio Militar, que acertou todas as questões da segunda fase e foi indicado a participar de uma seletiva de estudantes que vão representar o Brasil nas Olimpíadas Internacionais de Física em 2019.

Uma parceria entre IFMS e Secretaria de Estado de Educação (SED) possibilitou a ampla divulgação da OBFEP, incentivando a participação de mais escolas nesta edição da olimpíada.

Estudantes interessados na edição 2018 das olimpíadas do conhecimento podem obter mais informações nas páginas oficiais das competições:

Tags
Mostrar mais
- Publicidade -

Artigos relacionados

Close
Close

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios