Educação

Alunos da Escola Municipal “Eufrosina Pinto”, participam de Projeto de Arborização do Córrego do Onça

Projeto é realizado pela empresa Marechal Rondon Transmissora de Energia (MRTE) com o objetivo de mitigar os impactos ambientais da instalação do empreendimento na Cidade.

Aproximadamente 25 alunos do 4º ano da Escola Municipal “Eufrosina Pinto” de Três Lagoas participaram in loco do Projeto de Arborização da Área do Córrego do Onça, realizado pela empresa Marechal Rondon Transmissora de Energia – (MRTE). Cerca de 20 mudas de plantas nativas da região foram plantadas no local como forma de mitigar os impactos ambientais da instalação do empreendimento.

Segundo a Assessoria de Imprensa da empresa, “o projeto de arborização da área do Córrego do Onça faz parte do Programa de Reposição Florestal da Marechal Rondon Transmissora de Energia (MRTE), a qual está instalada a SE Marechal Rondon no município. O Programa foi elaborado para mitigar os impactos ambientais da instalação do empreendimento, e está previsto na sua Licença de Operação, emitida pela Superintendência do Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis no Estado do Mato Grosso do Sul (IBAMA/MS)”, explica em nota.

ESCOLHA DA ESCOLA

De acordo com a empresa, o projeto não se estenderá a outras escolas da Cidade, “e a Eufrosina Pinto foi escolhida, pois a MRTE entendeu que seria necessário o conhecimento e o apoio da população do entorno, os quais serão os principais beneficiados. A escola está situada bem próximo à área de plantio, e muitos dos alunos transitam pelo local diariamente. Além disso, as crianças são excelentes multiplicadores de ideias e ações, contribuindo não somente para esse projeto, mas também para sua formação como cidadãos”, informou.

Vinte e cinco alunos, das 320 crianças do 3º, 4º e 5º ano, foram escolhidos para realizar o plantio de 20 mudas nativas tais como Maria Preta, Pau Formiga, Cedro, Anjico, Ipê Roxo, Embaúba, Varinha Ceca, Araça do Campo, Cereja do Campo e Ipê Branco.

Segundo a Assessoria de Imprensa, o plantio, iniciado em dezembro de 2017, terá manutenção até o mês de fevereiro de 2020.

MULTIPLICADORES

Para a vice-diretora adjunta, Itazir de Oliveira Carmo, “o projeto é de grande importância para a escola, pois por meio dos materiais entregues para a realização do projeto, os quais trabalharemos em sala de aula, será possível abordar com as crianças a importância da preservação dos córregos, dos rios, o benefício de áreas verdes dentro de grandes centros, além das crianças levarem toda a informação para suas famílias sendo multiplicadores”, afirmou.

Já a MRTE entende que por ser um empreendimento em operação no município de Três Lagoas, “acredita-se que os benefícios gerados devem ser preferenciais para o município. As crianças são grandes comunicadores e explanadores de ideias, sem citar que são eles o presente e o futuro. É fundamental contar com a participação da população local para que qualquer projeto alcance seus objetivos”, pontuou a empresa em nota.

EQUIPE

Além da arborização da APP do Córrego do Onça, a MRTE também realizou plantio em uma área adjacente à Subestação Marechal Rondon, situada próximo ao bairro de Jupiá. No total, uma área equivalente a dois campos de futebol, recebeu muda de árvores.

O projeto, aprovado pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Agronegócio (SEMEA) de Três Lagoas, conta com quatro profissionais que estão à frente do projeto: Wagner Fortes, gerente adjunto de Meio Ambiente; Daniela Ferreira e Verônica Albuquerque analistas ambientais; e Lucas Rodrigues, técnico de meio ambiente e fundiário.

Para a execução do programa, a MRTE contratou empresa especializada e o material gráfico distribuído foi elaborado por uma empresa de consultoria ambiental, também contratada pela empresa.

(*) Diretoria de Comunicação

Tags
Mostrar mais
- Publicidade -

Gabriela Rufino

Jornalista 📰💻 Acadêmica de História 📚 @willsince94 💑

Artigos relacionados

Close
Close

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios