Economia

Conselho promete recorrer de aumento de até 10,65% na tarifa da energia

Embora tenha calculado percentuais de reajustes menores, a agência federal aprovou nesta terça-feira (3) o aumento médio de 9,87% nas tarifas cobradas pela Energisa, conforme o Concen

O Concen (Conselho de Consumidores de Energia da Área de Concessão da Energisa em Mato Grosso do Sul) vai recorrer do aumento de 10,56% para consumidores residenciais e comerciais e 7,91% para os de alta tensão. O reajuste entra em vigor no dia 8 de abril.

De acordo com a assessoria de imprensa, o Concen “contratou consultoria para revisar os números usados como base para a revisão e encontrou incongruências, por isso entrará com recurso”.

O conselho defende reajuste dentro dos parâmetros anteriores estabelecidos pela Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) – aumento de 8,83% para os de baixa tensão e 6,8% para consumidores de alta tensão.

Embora tenha calculado percentuais de reajustes menores, a agência federal aprovou nesta terça-feira (3) o aumento médio de 9,87% nas tarifas cobradas pela Energisa.

O Concen informou, também por meio da assessoria de imprensa, que vai esperar a publicação da revisão tarifária no DOU (Diário Oficial da União) para entrar com o recurso.

(*) Campo Grande News

Tags
Mostre mais

Gabriela Rufino

Jornalista 📰💻 Acadêmica de História 📚 @willsince94 💑

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Close
Close

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios