fbpx
Polícia

Dono de bar é preso ao oferecer R$ 300 para delegado deixar evento irregular continuar

Polícia de Chapadão do Sul prendeu, em flagrante, um homem de 53 anos, dono de um bar, por corrupção ativa, na noite deste sábado (28). O autor tentou subornar o delegado.

A equipe de policiais civis fazia fiscalização de rotina em um bar onde era realizado um evento sem alvará quando o proprietário chamou o delegado até um canto do salão e ofereceu a quantia de R$ 300 para que o evento continuasse sem a necessidade da documentação.

Segundo a polícia, o estabelecimento é conhecido por prática de tráfico de drogas durante eventos e o dono já havia sido advertido por ausência de alvará para realização de shows.

Após a oferta ilegal, o homem recebeu voz de prisão em flagrante pelo crime de corrupção ativa. A oferta foi capturada em vídeo por câmera que o delegado usava no colete.

A corrupção ativa é crime e consiste em oferecer ou prometer vantagem indevida a funcionário público, para determiná-lo a praticar, omitir ou retardar ato de ofício e tem pena de 2 a 12 anos de reclusão.

Fonte

A URL curta deste artigo é: https://notadiaria.com.br/NZaBb
Mostre mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo