fbpx
Geral

Destinos turísticos de Mato Grosso do Sul se recuperam após baixa na pandemia

Bonito foi a cidade mais procurada por turistas nos feriados de Páscoa e Tiradentes

Balneário de Bonito, destino turístico a 297 km de Campo Grande. (Foto: Divulgação/Prefeitura de Bonito)
Balneário de Bonito, destino turístico a 297 km de Campo Grande. (Foto: Divulgação/Prefeitura de Bonito)

Operadores do turismo de Mato Grosso do Sul destacam a recuperação do setor após a baixa com a pandemia de coronavírus e a retomada do crescimento.

“Sempre fazemos pesquisas e temos observado bastante movimento. Só em abril deste ano a rede hoteleira teve 57% de taxa média de ocupação. Em 2019, esse índice foi de 46%”, afirmou a coordenadora do OTEB (Observatório do Turismo e Eventos de Bonito), Janaína Mainchein, em entrevista ao site de notícias do governo.

Números catalogados pelo Observatório do Turismo, administrado pela Fundtur (Fundação de Turismo do Estado), revelam que a taxa média de ocupação dos hotéis e pousadas de Aquidauana, Bonito, Corumbá, Miranda, Ponta Porã e Rio Verde de Mato Grosso ficou em 81% na Páscoa e em 60% no Tiradentes, ambos feriados de abril.

Os melhores índices foram registrados em Bonito, com 95% de ocupação de leitos na Páscoa e 87% na folga de Tiradentes. Na sequência, vieram Corumbá (área urbana), com 90% e 65%; Ponta Porã, com 81% e 61%; e Aquidauana, Corumbá e Miranda (pousadas pantaneiras), com 74% e 72%.

“Já voltou à normalidade. A pescaria está normal. Os barcos-hotéis estão saindo e atraindo bastante gente. E os bolivianos estão vindo bastante, principalmente nos finais de semana”, contou o presidente da Acert (Associação Corumbaense das Empresas Regionais de Turismo), Luiz Martins.

Fonte

A URL curta deste artigo é: https://notadiaria.com.br/9HvEa
Mostre mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo