fbpx
Polícia

Deputados aprovam projeto de lei que denomina Deleagro como delegado Mikaill

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Os deputados estaduais de Mato Grosso do Sul aprovaram hoje, 31/08, por unanimidade, o projeto de lei de autoria do poder executivo, que denomina a Delegacia Especializada de Combate à Crimes Rurais e Abigeato (Deleagro) com o nome do delegado Mikaill Alessandro Gouvea Faria. O projeto teve início no Conselho Superior da Polícia Civil, passou pela Secretaria de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) até ser proposto pelo Governo do Estado.

Na Assembleia Legislativa (AL) o documento deu entrada na casa de lei no dia 20/08, foi aprovado pela Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR) no dia 25/08 e hoje ocorreu a votação em discussão única. Agora seguirá para sanção do governador.

Delegado Mikaill Alessandro Gouvea Faria

Para o delegado geral da Polícia Civil, Adriano Garcia Geraldo, esta foi a forma que a Polícia Civil encontrou de homenagear o delegado que era tão prestativo e querido por todos na instituição. “Foi uníssona a pretensão da administração e dos servidores, contando com apoio de outras instituições, dentre as quais, a OAB [Ordem dos Advogados do Brasil], do governador Reinaldo Azambuja e da Assembleia Legislativa, como  forma de eternizar o nome do delegado Mikaill”, destacou.

Mikaill tinha 42 anos, era natural de Pirajuí-SP e passou a fazer parte dos quadros da Polícia Civil do Mato Grosso do Sul em 2014, quando foi aprovado em concurso público e lotado na Delegacia de Polícia de Amambai. Ao se destacar na fronteira, foi promovido a Delegado Regional Adjunto da Delegacia Regional de Ponta Porã, em 2018.

No final de 2019, Mikaill foi transferido para a capital e trabalhou na 1ª e na 6ª Delegacia, sendo que nesta última atuou até o último dia 3 de maio, quando foi designado a assumir a titularidade da Delegacia Especializada de Combate a Crimes Rurais e Abigeato (Deleagro). No entanto, no dia 06 de maio deste ano, ele foi vítima de um acidente de carro na BR-060 entre Sidrolândia e Campo Grande e acabou falecendo.

Quando retornava de sua primeira operação como delegado titular da especializada, acontecida no município de Ponta Porã, o veículo que conduzia bateu em um caminhão boiadeiro. O delegado foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros e encaminhado, em estado grave, para o Hospital Santa Casa de Campo Grande com múltiplas fraturas, mas não resistiu aos ferimentos, teve duas paradas cardíacas e foi a óbito.

Ele deixou um filho pequeno, familiares e muitos amigos enlutados.

 

Por Keila Flores

Fonte

Mostrar mais

Redação

INFORMAÇÕES DE CONTATO --- Ligar (67) 99257-2652 --- m.me/NotaDiariabr --- contato@notadiaria.com.br --- https://notadiaria.com.br/

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios