fbpx
Três Lagoas

COMITÊ – Membros recomendam manter decreto e sugerem medidas mais rígidas na fiscalização do isolamento dos casos positivos.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Mais uma reunião foi realizada pelos membros do Comitê de Enfrentamento à COVID-19 de Três Lagoas nesta quarta-feira (28).

A presidente Angelina Zuque iniciou a reunião abordando os números de casos confirmados e dos óbitos em Três Lagoas, destacando que estudos recentes demonstram a transmissão do vírus por aerossóis, partículas menores que as gotículas, capazes de se manter no ambiente.

“O vírus poderá ficar mais tempo no ar e por isso o uso de máscara se torna ainda mais importante em todos os momentos. Desta forma teremos um tempo longo ainda no enfrentamento da doença e temos que tomar atitudes que colabore para diminuir a incidência da doença”, disse.

Com base no perfil epidemiológico do Município, dados numéricos da doença e outros indicadores, pelo boletim do Programa PROSSEGUIR, Três Lagoas foi classificada como bandeira vermelha, a mesma das semanas anteriores, e os membros do comitê sugeriram continuar com as medidas do último decreto por mais 15 dias.

“Os números começaram a baixar agora, reflexo das ações que tomamos semanas anteriores, mas ainda não é o momento de realizarmos mais flexibilizações. Tivemos a semana com maior índice de mortalidade, ou seja, 44 mortos; 153 mortes no mês. Precisamos continuar com este trabalho para que os números diminuam”, frisou o Promotor de Justiça, Moisés Casarotto.

FISCALIZAÇÕES DOS CASOS CONFIRMADOS

Em razão das inúmeras denúncias recebidas de casos positivos circulando pelos estabelecimentos da Cidade e por tal ação ser considerada crime, a Vigilância Epidemiológica e Corpo de Bombeiros passarão a realizar fiscalizações nas residências destes casos confirmados. Não os encontrando no isolamento domiciliar a pessoa será penalizada, pois está cometendo um crime contra a saúde pública, com possível abertura de processo.

Estas fiscalizações serão realizadas aleatoriamente e por denúncia. “Se a pessoa com resultado confirmado para COVID- 19 não estiver em casa no seu isolamento ou for comprovado que a mesma está circulando colocando em risco a vida de terceiros a mesma será processada e responderá pelo crime”, disse o Promotor Moisés.

RECOMENDAÇÕES

Entre as recomendações que serão levadas ao prefeito de Três Lagoas está o aumento de fiscais para as ações realizadas no Município, inclusive para verificação do uso de máscara, se está correto ou não, se usada em recinto fechado e outros, com possibilidade de punição.

A medida é importante e visa educar a população para o uso correto da máscara facial que se comprovou por pesquisas ser eficiente para evitar o contágio da COVID-19.

Outra recomendação que será levada a Angelo Guerreiro será o fechamento dos supermercados 30 minutos antes do toque de recolher, para que o estabelecimento tenha tempo necessário para se organizar e os munícipes cumpram o toque de recolher imposto pelo Estado, das 21h às 05h.



Fonte

Mostrar mais

Redação

INFORMAÇÕES DE CONTATO --- Ligar (67) 99257-2652 --- m.me/NotaDiariabr --- contato@notadiaria.com.br --- https://notadiaria.com.br/

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios