fbpx
Geral

Casamento militar às margens do Rio Mimoso foi planejado em 6 meses

Cerimônia em meio à natureza foi preparada para 60 pessoas e contou com honraria prestada por militares

Jonathas e Larissa se casaram às margens do Rio Mimoso. (Foto: Rodrigo Marques)
Jonathas e Larissa se casaram às margens do Rio Mimoso. (Foto: Rodrigo Marques)

Enquanto atendiam uma paciente, Jonathas Pires Canela da Silva e Larissa Itada Tamagno Canela não imaginavam que dali sairia a ideia de, finalmente, fazer uma festa de casamento. Após se unirem no papel, os dois ainda desejavam uma cerimônia completa e, em seis meses, o resultado veio às margens do Rio Mimoso, em Bonito.

Morando em Campo Grande há pouco mais de três anos, o casal se conheceu em Presidente Prudente, São Paulo. Médico, Jonathas narra que durante uma de suas consultas, contou para a paciente que ele e Larissa ainda não haviam celebrado o casamento de modo festivo.

Honraria foi prestada por colegas militares durante a cerimônia. (Foto: Rodrigo Marques)
Honraria foi prestada por colegas militares durante a cerimônia. (Foto: Rodrigo Marques)

Foi assim que a paciente, uma cerimonialista, explicou que seria possível fazer a celebração dentro do orçamento do casal. “Deixamos tudo nas mãos dela, então, nem chegamos a visitar o rancho, por exemplo, só vimos por fotos e depois, no dia do casamento”, explica.

Sem interesse por um casamento em igreja, as preferências do casal envolviam uma celebração na natureza e, em seguida, veio a ideia de incluir os rituais militares. Quando se mudaram para Campo Grande, Jonathas ingressou no Exército e, sabendo que poderia solicitar as honrarias, os dois decidiram elaborar o evento com os padrões da instituição.

Celebração foi planejada para receber cerca de 60 pessoas. (Foto: Rodrigo Marques)
Celebração foi planejada para receber cerca de 60 pessoas. (Foto: Rodrigo Marques)

Na celebração, colegas de profissão do médico participaram da honraria intitulada “teto de aço”. De acordo com Jonathas, os militares aguardam o casal na saída da cerimônia e prestam o ritual.

Além da honraria, ele e os colegas também utilizaram os trajes conforme a instituição. Estudante de Nutrição, Larissa detalha que além do tempo curto, todo o evento foi planejado à distância, com as decisões sendo tomadas por mensagens.

Amigos e familiares do casal vieram de Presidente Prudente. (Foto: Rodrigo Marques)
Amigos e familiares do casal vieram de Presidente Prudente. (Foto: Rodrigo Marques)

“A cerimonialista nos enviava as opções e nós íamos escolhendo. Achamos até que seria mais simples, mas quando chegamos ao local ficamos bem surpresos”, diz. Comportando a quantidade ideal de pessoas, o espaço alugado recebeu cerca de 60 pessoas.

Sem imaginar que o resultado daria tão certo, a estudante explica que chegou a imaginar que não daria conta de finalizar os preparativos, mas a alegria foi o ponto final com a celebração concretizada. “Tudo funcionou em etapas. Primeiro concordamos com o local, depois com a decoração e, por fim, mandei fazer meu vestido. Pensamos que não daria tempo, mas tudo deu certo.”

Traje de Jonathas e vestido de Larissa foram encomendados de acordo com a celebração. (Foto: Rodrigo Marques)
Traje de Jonathas e vestido de Larissa foram encomendados de acordo com a celebração. (Foto: Rodrigo Marques)

Acompanhe o Lado B no Instagram @ladobcgoficial, Facebook e Twitter. Tem pauta para sugerir? Mande nas redes sociais ou no Direto das Ruas através do WhatsApp (67) 99669-9563 (chame aqui).

Fonte

A URL curta deste artigo é: https://notadiaria.com.br/6JqbW
Mostre mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo