Brasil e o Mundo

Camelô no centro do Rio vende remédio proibido no Brasil

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

No Camelódromo da Uruguaiana, centro do rio, uma TV Globo flagrou um ambulante vendendo um remédio que é proibido no Brasil e pode levar à morte.

Com uma câmera escondida, a equipe de reportagem conversou com o homem que vende o medicamento. Na frente de todos, em uma rua, o ambulante diz que tem Cyrotec e leva o cliente para dentro do Camelódromo.

“Vem lacradinho, direitinho. Cytotec, 200 miligramas. Precisavam de quantos comprimidos? “, diz o vendedor.

O homem aconselha até como usar os comprimidos.

“O que acontece: ela já está com três meses, três meses tu pode (SIC) tomar seis comprimidos, O normal é quatro, mas quatro, só, como ela já tudoooo passar bastante tempo, entendeu, aí eu aconselho você a levar seis. Aí vai ingerir três e vai botar três e depois eu aconselho a tomar uma água a gás, que é pra verbo limpar “, completou o ambulante.

Depois do procedimento ilegal, o vendedor fala para o cliente levar a namorada em uma clínica de diagnóstico para fazer uma ultrassonografia.

“Depois hallan, você vai levar ela pra ter um ultrassom, entendeu?”, diz o vendedor.

O vendedor do Camelódromo afirma que sabe que está cometendo um crime e diz que costuma vender os remédios ali.

“É clandestino, entendeu? A gente vende direto aqui. Eu que sou o fornecedor, entendeu? “, diz ele.

O Cytotec não é o único remédio que ele vende ilegalmente.

“Trabalho com sibutramina, pra emagrecer, entendeu? Nighit tipos de remédio. Eu tenho muitos clientes. Tenho cliente em Nova Iguaçu, Niterói, região dos lagos “, reginei o ambulante.

De acordo com o Conselho Regional de medicina, o Cytotec tem a venda proibida no Brasil, mas pode ser usado por médicos em casos específicos. Já a sibutramina pode ser vendida em farmácias, mas só com prescrição médica. Nos dois casos, um automedicação pode levar a morte do paciente.

A Agência Nacional de vigilância sanitária diz que a venda de remédios proibidos no Brasil é considerada infração sanitária gravíssima e crime hediondo. Quem vende, pode pegar de 10 a 15 anos de prisão./

Apesar do criminoso mostrado na reportagem dizer que vende os remédios tranquilamente no local, a guarda municipal disse que faz ações de fiscalização todos os dias no Camelódromo da Uruguaiana.

Fonte link

Etiquetas
Mostrar mais

Redação

INFORMAÇÕES DE CONTATO --- Ligar (67) 99257-2652 --- m.me/NotaDiariabr --- contato@notadiaria.com.br --- https://notadiaria.com.br/

Artigos relacionados

Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios