fbpx
Brasil e o Mundo

Brasil será motor da FCA na América Latina

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Fábrica da Jeep, em Goiana, na Região Metropolitana do RecifeFoto: Ed Machado/Folha de Pernambuco

O ano de 2020 promete ser de crescimento para a Fiat Chrysler Automobiles (FCA) no mercado brasileiro. Detentor das marcas Fiat e Jeep, o grupo tem a expectativa de crescer 6%, com 2,8 milhões de unidades produzidas até o final deste ano. Inclusive, na estimativa da empresa, o Brasil será o motor do crescimento na América Latina, pois toda a região Latina deve crescer 1,5%. Já na Argentina, a FCA deve ter queda entre 10% e 15% devido à crise enfrentada pelo país. E para fortalecer a empresa no Brasil, a FCA vai realizar seis lançamentos de veículos este ano.

As novidades apresentadas pela montadora esta semana revelam que a eletrificação é um dos planos para o Brasil em 2020. A FCA informou que chegará ao País o Fiat 500 elétrico até o próximo ano. O modelo ainda será apresentado no Salão de Genebra, na Suíça, em março. Também até o próximo ano, a FCA deve importar da Itália o Jeep Compass e Renegade hídridos plug-in (carregados na tomada). As informações foram apresentadas pelo CEO da FCA para a América Latina, Antonio Filosa, que também confirmou a chegada da picape RAM 1500 no Brasil para o segundo semestre deste ano.

Ainda de acordo com Filosa, outra novidade é que a Fiat vai trazer modelos SUVs. “Achamos a fórmula SUV da Fiat. Vai conter uma forte identidade regional italiana, afinal é a marca mais italiana no Brasil. Além disso, será um SUV mais democrático. Queremos proporcionar tecnologia e conteúdo mais democraticamente. São dois SUVs completamente novos, com tecnologias novas. A Fiat é uma marca fortemente italiana, familiar e democrática”, disse Filosa. Um dos modelos deve ser lançado no início do próximo ano. O outro deve ser apresentado até 2022. Ambos serão produzidos na fábrica de Betim, em Minas Gerais.

Leia também:
Jeep anuncia produção do 4º veículo
Jeep confirma patrocínio no Galo da Madrugada

Um terceiro SUV deve ser produzido no Brasil entre 2020 e 2021. Será um Jeep de sete lugares fabricado no Polo Automotivo de Goiana, Região Metropolitana do Recife (RMR). Será um SUV premium, produto pilotado pela América Latina, mas que será global, ou seja, exportado para outros países.

No segundo trimestre deste ano chegará a nova Strada. “Será um modelo tipicamente brasileiro com influência italiana. Haverá elementos maiores e melhores, uma série de atributos para revolucionar as picapes compactas. Chamaria de ‘torizar’ a Strada”, disse Filosa, fazendo referência ao visual semelhante ao da picape maior da Fiat, a Toro. O modelo será produzido também em Betim e exportado para outros países.

Na fábrica de Goiana, a FCA vai realizar investimentos de R$ 7,5 bilhões até 2024 para produzir o inédito Jeep SUV, repaginar os modelos já produzidos (Toro, Compass e Renegade) e ampliar de 31 para 50 o número de fornecedores da empresa em Pernambuco.



Fonte

Mostrar mais

Redação

INFORMAÇÕES DE CONTATO --- Ligar (67) 99257-2652 --- m.me/NotaDiariabr --- contato@notadiaria.com.br --- https://notadiaria.com.br/

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios