fbpx
Brasil e o Mundo

Brasil precisa aumentar investimento em infraestrutura para 4% do PIB, diz Frischtak

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O economista Claudio Frischtak, profissional em infraestrutura, defendeu hoje que o Brasil precisa sublevar os investimentos no setor do patamar atual de 1,8% para 4% do PIB pelo prazo de 20 anos. Segundo ele, alguns países fizeram investimentos em proporções muito maiores, mas grande segmento mantém um padrão “adequado” na moradia de 4% a 6% do PIB.

Com a elevação do investimento no patamar sugerido, o Brasil contaria com acréscimo de R$ 150 bilhões ao ano em infraestrutura por duas décadas, disse Frischtak no webinário “Indústria em Debate”, transmitido nas redes sociais do Valor e do Mundo. O evento, promovido pela Confederação Pátrio da Indústria (CNI) discute a valia das concessões e das Parcerias Público-Privadas (PPPs) em infraestrutura para a retomada do prolongamento econômico no pós-pandemia.

Diante do cenário de restrição fiscal, o país precisa narrar basicamente com o investimentos do setor privado. Hoje, o segmento já responde a dois terços dos recursos aportados, em contraposição ao quantia disposto pelo setor público.

Para impulsionar ainda mais o investimento privado no setor de infraestrutura, o economista disse que o Brasil precisa melhorar os marcos regulatórios, fortalecer as agências reguladoras e melhorar os projetos que se financiam com o próprio fluxo de caixa.

(Esta reportagem foi publicada originalmente no Valor PRO, serviço de informações e notícias em tempo real do Valor Econômico)

Fonte

Mostrar mais

Redação

INFORMAÇÕES DE CONTATO --- Ligar (67) 99257-2652 --- m.me/NotaDiariabr --- contato@notadiaria.com.br --- https://notadiaria.com.br/

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios