fbpx
Capital

Bares são multados em R$ 10 mil por som alto e proprietários podem ser presos

Proprietários do “Pedrocas Bar” e “Choperia do Bahiano” foram autuados por poluição sonora

Som apreendido pela polícia. (Foto: Divulgação/PMA)

Dois estabelecimentos foram multados na madrugada de sábado (30) em Campo Grande por ultrapassar os limites sonoros estabelecidos por lei, ambos no bairro Coophatrabalho.

Proprietário do “Pedrocas Bar” Gabriel Toledo Tavares, 36, e a responsável pela “Choperia do Bahiano”, Aparecida Cavalheiro Bondarczuk, 73, terão de pagar R$ 10 mil e responderão por crime ambiental de poluição sonora, que prevê pena de um a quatro anos de reclusão.

Ao levar Carlos Antônio Peixoto como testemunha de Aparecida para a delegacia, policiais encontraram mandado de prisão expedido em seu nome, que também ficou em reclusão.

A abordagem foi realizada por equipes da Polícia Militar e fiscais da Semadur (Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano), após receberem denúncias de moradores.

De acordo com informações do boletim de ocorrência, policiais do serviço de inteligência usaram um decibelímetro para medir a pressão do som emitida pelas caixas de som instaladas nos estabelecimentos e constataram média de 70 decibéis, quando a potência permitida para o horário e região é de 45 decibéis. Cerca de cinco caixas de som foram apreendidas.

Os fatos foram registrados como infração por causar poluição de qualquer natureza, na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Centro.

Fonte

A URL curta deste artigo é: https://notadiaria.com.br/wL1x1
Mostre mais

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo