fbpx
Política‎

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) promoveu, na manhã desta quarta-feira, algumas reuniões com parlamentares. O deputado federal gaúcho Alceu Moreira (MDB), presidente da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA), disse que não existe nenhum entrave entre o Parlamento e o governo, e que as reformas administrativa e tributária serão aprovadas. A questão, segundo o parlamentar, é que “precisamos ter os grupos e lideranças organizados, e criar uma inteligência política, uma articulação permanente”. Segundo o congressista, “para cada tema destes, tem que reunir as pessoas, os que têm responsabilidade de liderança, para poder armar a estratégia. Falta inteligência política no processo. Só isso”, argumenta.

Questão episódica

Para o parlamentar gaúcho, as críticas feitas pelo ministro da economia, Paulo Guedes, aos servidores, “foi uma questão episódica. Passa rapidamente. Ele chamou os servidores de parasitas, a forma de expressão é que é equivocada”. Alceu Moreira enfatizou que Guedes até já pediu desculpas. Na opinião do parlamentar, “não pode uma declaração de um ministro atrapalhar um tema que é crucial para o Brasil. É claro que não”, diz o parlamentar.

Congresso aprovará reformas

De acordo com Alceu Moreira, “ninguém sabe” o tempo que as propostas demoram para serem aprovadas pelo Congresso. “Depende do trâmite das comissões”. “O que é certo”, enfatizou o parlamentar, “é que o Congresso atual, constituída a comissão, isso terá resultado, e será votado e aprovado. Nós temos um conjunto de parlamentares que trabalha pelo Brasil que dá certo. Se isso for a votação, vai ter entre 330 e 320 votos, com certeza”, pondera o parlamentar.

Entrave entre governo e Congresso

Segundo afirmou Moreira, “não tem nenhum entrave entre governo e Congresso Nacional. Tivemos uma reunião grande, inclusive com o presidente Jair Bolsonaro. A questão é que precisamos criar uma inteligência política e uma articulação permanente”, diz ele.

Agir em sintonia

Na visão de Moreira, se os parlamentares e o governo agirem em sintonia, os projetos de interesse de ambos serão aprovados. “É claro que, no Parlamento, a gente tem que ouvir a opinião de todos, o projeto nunca sai literalmente do jeito que a gente queria. Mas é possível trabalhar, convencer, e construir uma maioria capaz de aprovar os projetos de interesse do país”.

Lixão Zero

Caiçara é um dos municípios selecionados pelo programa nacional Lixão Zero, do governo federal. “Adotar práticas adequadas de destinação do lixo é fundamental”, disse o prefeito Marcio José Menuzzi (PDT). O programa vai possibilitar investimentos na adequação, recolhimento, reciclagem e descarte adequado do lixo. Caiçara tem cinco mil habitantes, fica na região Norte do Rio Grande do Sul e faz parte do Consórcio Intermunicipal de Resíduos Sólidos (Cigres). A solenidade para oficializar a seleção no Programa, foi realizada nesta quarta-feira, no Palácio do Planalto e contou com a presença do presidente Jair Bolsonaro.

 




Fonte

Mostrar mais

Redação

INFORMAÇÕES DE CONTATO --- Ligar (67) 99257-2652 --- m.me/NotaDiariabr --- contato@notadiaria.com.br --- https://notadiaria.com.br/

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios