fbpx
Brasil e o Mundo

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
(foto: Divulgao/Ministrio da Economia)

Mais de 7 mil empresas esto em recuperao judicial e outras 220 j entraram em processo de falncia no Brasil. O nmero foi revelado nesta quinta-feira (28/05) pelo secretrio especial da Fazenda do Ministrio da Economia, Waldery Rodrigues, que admitiu haver uma preocupao do governo em relao ao nmero de empresas que podem falir em meio crise econmica causada pelo novo coronavrus.

“Hoje, existem cerca de 220 empresas em estado falimentar. […] Existem 7,2 mil ou 7 mil e poucas empresas em recuperao judicial, que remontam um total de crdito ligado a elas de R$ 285 bilhes”, revelou Waldery Rodrigues, que representou o Ministrio da Economia em audincia pblica promovida pela comisso mista que acompanha o enfrentamento da covid-19 no Congresso Nacional nesta quarta-feira.

Waldery falou sobre o assunto quando foi questionado pelos parlamentares sobre a repercusso que o pedido de recuperao judicial que a Latam apresentou nos Estados Unidos poderia ter no Brasil. Ele no comentou diretamente a questo das areas, que, por sinal, esto aguardando o socorro do governo. Mas admitiu que, por conta do choque econmica causado pela pandemia de covid-19, o nmero de falncias ainda pode crescer no Brasil.

“A preocupao com a falncia e a recuperao judicial enorme”, admitiu o secretrio da Fazenda. Ele garantiu, ento, que o governo federal est de olho nesse problema para evitar uma quebradeira ainda maior nas empresas

brasileiras. “Esse nmero pode crescer. Mas a gente no deseja isso. Queremos criar condies de manuteno das cadeias produtivas e no uma srie de falncias solicitadas. […] Esse nmero est sendo olhado com uma lupa, para que no cresa, para que tenhamos condies de recuperao da economia e de reverter esse quadro to logo possvel”, afirmou.

Para isso, Waldery disse que o governo vai entrar em contato com os parlamentares para alinhar os projetos que esto tramitando no Congresso Nacional com o intuito de atualizar a lei de falncias e de recuperao judicial brasileira.  

 

 

Crdito

O secretrio da Fazenda tambm foi questionado, contudo, sobre o que o governo vai fazer para destravar a concesso de crdito para as empresas brasileiras e, assim, ajudar esses negcios a sobreviver a essa crise. Houve presso, sobretudo, para a liberao de crdito para as micro e pequenas empresas, que foram duramente afetadas pelo coronavrus, mas esto h semanas reclamando da dificuldade de obter crdito na pandemia. 

Waldery alegou que o governo est de olho nas linhas de crdito emergenciais anunciadas em meio ao coronavrus e no que preciso fazer para “empurrar esses recursos”, para que eles de fato cheguem na ponta e no fiquem empoados nos bancos. Porm, no apresentou novas medidas em relao ao crdito. 

O secretrio lembrou que o Executivo j est fazendo os ajustes burocrticos necessrios para colocar o Programa Nacional de Apoio s Microempresas e

Empresas de Pequeno Porte (Pronampe) para rodar. O Pronampe foi aprovado h mais de um ms pelo Congresso e foi sancionado na semana passada pelo presidente Jair Bolsonaro, mas ainda est sendo regulado e, por isso, ainda no est atendendo os pequenos negcios. 

Waldery ainda disse que o programa de financiamento da folha das pequenas e

mdias empresas, que no teve o retorno esperado no primeiro ms de operao, deve ter uma procura maior na sua segunda parcela, segundo estudos do Banco Central. E garantiu que outra linha de crdito focada das mdias empresas tambm deve ser lanada em breve atravs do Fundo Garantidor de Investimentos (FGI), bem como o socorro a grandes empresas como as companhias areas.

Fonte

Mostrar mais

Redação

INFORMAÇÕES DE CONTATO --- Ligar (67) 99257-2652 --- m.me/NotaDiariabr --- contato@notadiaria.com.br --- https://notadiaria.com.br/

Artigos relacionados

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios