fbpx
Política‎

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
(foto: Evaristo S
(foto: Evaristo S/AFP)

O “e da?” que o presidente Jair Bolsonaro deu como resposta, no incio do ms, a uma pergunta sobre as mais de 5 mil mortes causadas pelo novo coronavrus at ento, teve um significado especialmente amargo para a ex-ministra e ex-senadora Marina Silva (Rede). Nesse domingo, foram confirmadas 11.123 vtimas fatais da doena.

Na adolescncia, no Acre, ela viu familiares e vizinhos perderem as vidas nas epidemias de sarampo e malria.

Ela descreve “um sentimento triplo de tristeza, vergonha a indignao por ter um presidente que, em um momento como esse, capaz de, em atitude de desrespeito e de falta de humanidade, dizer que no tem a ver com isso porque no faz milagre”, afirmou.

Em entrevista concedida ao jornal O Estado de S. Paulo na semana passada, Marina Silva afirma ver crime de responsabilidade nas atitudes do presidente.

Segundo ela, preciso “sabedoria” para conduzir um eventual processo de afastamento do presidente sem fragilizar a sade pblica nem o socorro a quem mais precisa.

Que lies a pandemia tem deixado para a atividade poltica?

A primeira coisa que bvia a proteo da vida das pessoas. o que temos de mais precioso, acima de projeto de poder, econmico, de protagonismos individuais. Tudo o que possa comprometer essa frgil estrutura de proteger as pessoas, de prevenir, atender, curar, amenizar sofrimentos… Nada disso deve fazer parte da poltica. Infelizmente, a gente no est vendo isso desse jeito. E o pior exemplo vem do prprio governo. Demite o ministro no meio da crise, d comando dizendo que a economia mais importante do que a vida, estimula o contgio, com ele prprio (Bolsonaro) saindo s ruas, e criando crises com governadores e prefeitos. O pior exemplo vem daquele que deveria estar agregando.

Como recebeu o “e da?” do presidente ao ser questionado sobre o recorde de mortes?

Um sentimento triplo de tristeza, vergonha e indignao por ter um presidente que, em um momento como esse, capaz de, em atitude de desrespeito e de falta de humanidade, dizer que no tem a ver com isso porque no faz milagre, ao som de risadas de seus apoiadores, achando aquilo uma grande “lacrao”.

Como avalia a sada de Srgio Moro do governo?

Primeiro, acho que nem deveria ter entrado. Quando foi cogitado o nome dele para Ministrio da Justia do governo Bolsonaro, olhando para trajetria poltica, para campanha do Bolsonaro, j achei coisa muita estranha. Mas a deciso foi dele. A sada foi s a confirmao do que eu achava, que nunca deveria ter entrado.

Com base nas declaraes de Moro, a senhora acha que estamos diante de um caso que exige a sada do presidente?

Temos duas possibilidades diante dos crimes de responsabilidade: seja o impeachment, pelo Congresso, seja o afastamento, pelo Supremo Tribunal Federal. Existe crime de responsabilidade que no pode ficar impune. Isso claro. Temos que ter sabedoria de como conduzir o processo sem arriscar vidas das pessoas, sem prejudicar o atendimento de sade, sem fragilizar o socorro para aqueles que j esto passando fome e necessidade.

A sra. v ambiente para que um pedido de impeachment prospere?

O que est sendo feito uma ao em vrias frentes. Tem ao do STF, do Ministrio Pblico, do Congresso. Para lhe botar noes de limites: qual dessas frentes pode prosperar para interditar as aes que ele vem tomando na contramo da defesa da vida, da defesa do patrimnio pblico e da democracia? No sabemos. Mas temos que reconhecer que tem vrias frentes, inclusive com CPI em andamento. Somos o nico Pas do mundo que tem o governo que em vez de agregar est esfacelando toda e qualquer forma de ao conjunta. E faz isso de propsito, porque aposta no caos, porque sonha com o estado de stio, sonha com situao de descontrole social para justificar seus arroubos autoritrios.

Mas correr para apresentar um pedido de impeachment neste momento no exatamente incentivar uma disputa por poder?

No. Como eu disse, so vrias frentes. O Ministrio Pblico est disputando poder? No. Est querendo proteger a Constituio, dizer que existem limites institucionais para esse tipo de atitude. Tem que atuar num trip: defesa da vida, dos direitos dignidade das pessoas e da democracia. Os mecanismos da AGU foram acionados. Os do Parlamento tambm. E no s pela Rede, inclusive por partidos que no so tradicionais do campo da oposio, como o PSDB, a ex-lder do PSL (Joice Hasselmann).

A senhora est entre as pessoas que avaliam que o Brasil vai sair melhor da crise sanitria ou no grupo dos que acham que estaremos piores?

A pandemia mostra uma coisa importante, que a radicalidade do fosso da desigualdade no mundo e no Brasil. Se queremos fazer uma transio para uma economia sustentvel, justa, com gerao de renda para as pessoas, um investimento que precisamos fazer a partir de agora.

Fonte

Mostrar mais

Redação

INFORMAÇÕES DE CONTATO --- Ligar (67) 99257-2652 --- m.me/NotaDiariabr --- contato@notadiaria.com.br --- https://notadiaria.com.br/

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios